“Pintar a Ideia” exibido na Cinemateca Portuguesa

O documentário de Isabel Lopes Gomes, “Pintar a Ideia”, é exibido na Cinemateca Portuguesa no dia 29 de novembro, às 21h30. O documentário é sobre a vida e a obra Manuel Casimiro, pintor, fotógrafo, escultor, criador de instalações e também cineasta.

0
“Pintar a Ideia” exibido na Cinemateca Portuguesa
“Pintar a Ideia” exibido na Cinemateca Portuguesa. Foto: © Manuel Casimiro: Pintar a Ideia

Pintar a Ideia”, o documentário de Isabel Lopes Gomes sobre o universo do multifacetado Manuel Casimiro, é exibido dia 29 de novembro na Cinemateca Portuguesa, na sala M. Félix Ribeiro, pelas 21h30, no âmbito do ciclo “Ante-Estreias”.

Este quarto documentário de Isabel Lopes Gomes sobre artistas plásticos aborda a vida e a obra de Manuel Casimiro procurando “ligar as pontas de uma obra cujo conhecimento entre nós é ainda, para muitos, lacunar”.

Manuel Casimiro é pintor, fotógrafo, escultor, criador de instalações e pontualmente cineasta, (filho do realizador Manoel de Oliveira), expôs em Portugal desde os finais dos anos 60, tem um percurso internacional, vivendo e expondo em muitos países europeus e nos EUA.

“Percebendo como essa errância, somada à insistência no primado da pesquisa e da experimentação (que Casimiro sempre opôs à vontade de construir uma “carreira”), estará associada ao que será ainda essa visão lacunar do seu trabalho, e querendo justamente chamar a atenção para a continuidade de percurso e de pensamento nesse trabalho, Isabel Gomes constrói o filme como uma cartografia de referências (obras, lugares, depoimentos) tratando-as como peças de um puzzle em que realmente interessa a perceção global”.

O filme conta com depoimentos do próprio Manuel Casimiro e de outros artistas, bem como dos filósofos Jean-François Lyotard, Vincent Descombes e Christine Buci-Glucksmann, do romancista Michel Butor, do historiador e crítico de Arte Bernardo Pinto de Almeida, do académico Jonathan Dronsfield e de Pierre Restany, historiador e crítico de Arte, entre outros.

Isabel Lopes Gomes nasceu em 1976 em Avignon, França. É doutoranda na Universidade de Coimbra no Colégio das Artes, no Doutoramento em Arte Contemporânea, e membro do CEIS 20 – Centro de Estudos Interdisciplinares do Século XX.

A realizadora de documentários sobre artistas, já realizou Arte Vida / Vida Arte – filme sobre Alberto Carneiro, apresentado e editado pela Fundação de Serralves em 2013; Spiritual Exercises – filme sobre Bosco Sodi apresentado em 2014 na Galeria Fernando Santos no Porto ; e Rua José Escada – filme sobre José Escada apresentado em Lisboa (2014/2015) no Centro Nacional de Cultura e na Galeria São Roque, e agora o mais recente Pintar a Ideia dedicado à obra de Manuel Casimiro.

Como realizadora e autora destacam-se ainda as séries de magazines culturais exibidos na televisão portuguesa: ZOOM e Estação das Artes (RTPN – 2005/2011); Documentários sobre a Bienal de Veneza 2005 e Photo Espanha 2008 (RTPN) e a Série Design PT (RTP2 – 2015/2016).

Foi curadora assistente na exposição Entre as Margens no Museu Nacional Soares dos Reis em 2013 e em 2016 na exposição inaugural do Museu de Arte Contemporânea Nadir Afonso em Chaves. Foi curadora da exposição Da história das imagens a partir do fotográfico na obra de Manuel Casimiro, que inaugurou na Fundação Arpad Szenes-Vieira da Silva em Janeiro de 2019.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!