A NÃO PERDER

Vitaminas e antivirais podem ajudar a combater a COVID-19

Estudo de investigadores da Universidade de Bristol mostra que vitaminas D, K e A, esteroides e medicamentos antivirais podem combater a COVID-19. O alvo é a proteína “skipe” do SARS-CoV-2 que perde infecciosidade.

Vacina da Pfizer-BioNTech produz anticorpos contra novas variantes do coronavírus da...

Estudo “in vitro” mostra que os anticorpos gerados pela Vacina COVID-19 da Pfizer-BioNTech neutralizam as duas variantes conhecidas do coronavírus SARS-CoV-2, que estão associadas a uma rápida transmissão da COVID-19.

Segurança, resistência e novas vacina COVID-19

Especialistas abordam a segurança das vacinas COVID-19, a causas das resistências das pessoas a serem vacinadas, e o desenvolvimento em curso de nanovacinas. Os especialistas consideram um desafio o combate à desinformação sobre vacinas.

Vacina COVID-19 da Pfizer-BioNTech mostra resposta imunológica

Ensaio clinico de fase 1/2 da vacina COVID-19 da Pfizer e a BioNTech realizado na Alemanha em 37 participantes mostra uma ampla resposta imune com anticorpos neutralizantes específicos para o coronavírus SARS-CoV-2.

Vacina Sputnik contra a COVID-19 mostra eficácia acima de 95%

Eficácia da vacina russa Sputnik V contra a COVID-19 é superior a 95%, indica a análise dos dados aos 42 dias após a toma da primeira dose, ou seja, a 21 dias após a tomada da segunda dose. A vacina utiliza dois vetores adenovirais humanos.

Vacina da AstraZeneca contra a COVID-19 com eficácia até 90%

Vacina da AstraZeneca contra a COVID-19 mostra eficácia de 62% a 90% em dois regimes de dosagem diferentes. Os resultados provisórios indicam que não houve hospitalizações ou casos graves de COVID-19 entre os vacinados.

BIOTECNOLOGIA

Investigação de grande escala conclui que uma dieta com cinco porções diárias de frutas e vegetais, na proporção de 2 frutas e 3 vegetais, é a ideal para uma vida mais longa. Nem todos as frutas e vegetais oferecem os mesmos benefícios.
F Facebook TVE
Leucoencefalopatia é uma das manifestações neurológicas da COVID-19

Leucoencefalopatia é uma das manifestações neurológicas da COVID-19

Efeitos da COVID-19 no cérebro incluem diversas manifestações neurológicas como a leucoencefalopatia. A associação da doença com a infeção pelo coronavírus foi estabelecida através de exames por imagem de ressonância magnética.
Tuberculose: novo biomarcador indica a duração do tratamento individual

Tuberculose: novo biomarcador indica a duração do tratamento individual

Médicos passam a dispor de biomarcadores que indicam quando o tratamento para a tuberculose deve ser interrompida sem o risco de uma nova recidiva. A personalização da duração do tratamento é altamente benéfica para os pacientes.
Produtos de farinhas refinadas aumentam o risco de ataque cardíaco e morte

Produtos de farinhas refinadas aumentam o risco de ataque cardíaco e morte

Estudo de investigação mostrou que o consumo de produtos de grãos refinados, como croissants e pão branco, aumenta o risco de doença cardiovascular grave, acidente vascular e de morte.
Pfizer e BioNTech iniciam ensaio clínico da vacina COVID-19 em mulheres grávidas

Pfizer e BioNTech iniciam ensaio clínico da vacina COVID-19 em mulheres grávidas

Vacina contra a COVID-19 da Pfizer-BioNTech está em ensaio clínico em cerca de 4.000 mulheres grávidas saudáveis, com 18 ou mais anos de idade. O estudo vai avaliar a segurança, tolerabilidade e imunogenicidade de duas doses da vacina.
COVID-19 pode provocar doenças oculares graves

COVID-19 pode provocar doenças oculares graves

Alguns pacientes de COVID-19 grave apresentam doenças oculares potencialmente graves. Investigadores consideram a necessidade de rastreio ocular dos pacientes de COVID-19 grave, para poderem ser tratados e evitar situações graves.
Medicamento ivabradina pode tratar consequências da COVID-19 de longo prazo

Medicamento ivabradina pode tratar consequências da COVID-19 de longo prazo

Ensaio clínico da Universidade da Califórnia em San Diego mostrou que a ivabradina, usada para a insuficiência cardíaca, pode ser eficaz no tratamento da síndrome de taquicardia ortostática postural e em consequências da COVID-19 de longo prazo.
Humidade das máscaras pode diminuir a gravidade da COVID-19

Humidade das máscaras pode diminuir a gravidade da COVID-19

Investigação reforça a evidência que a mascara ajuda na proteção de infeções pelo coronavírus SARS-CoV-2. Estudo mostra que as máscaras ao aumentarem fortemente a humidade do ar inalado reduzem a gravidade das doenças respiratórias como a COVID-19.
Como é que o coronavírus SARS-CoV-2 infecta as células?

Como é que o coronavírus SARS-CoV-2 infeta as células?

O coronavírus SARS-CoV-2 infeta as células humanas e envolve no processo duas proteínas: proteína “spike” do vírus e a proteína ACE2 que existe no exterior das células. Mas as células do pulmão não possui a proteína ACE2.
BioNTech prevê produzir em Marburg 250 milhões de vacinas COVID-19 no primeiro semestre de 2021

BioNTech prevê produzir em Marburg 250 milhões de vacinas COVID-19 no primeiro semestre de...

BioNTech prevê produzir na unidade em Marburg, na Alemanha, cerca de 250 milhões de doses de vacinas Pfizer-BioNTech contra a COVID-19, no primeiro semestre de 2021. A empresa deu início à produção do mRNA, o ingrediente farmacêutico ativo da vacina.

Siga-nos nas redes sociais

DESTAQUE

MAIS LIDAS

MAIS DESTAQUES

RELACIONADOS