25 de abril em São Bento

No dia 25 de abril os jardins da Residência Oficial do Primeiro-Ministro, em São Bento, vão estar abertos ao público a partir das 14h30. Para marcar a data vai ser inaugurada nos jardins uma escultura do artista Vhils. A entrada é gratuita.

0
1
Partilhas
Cravo, símbolo da revolução de 25 de abril
Cravo, símbolo da revolução de 25 de abril. Foto: Rosa Pinto

Para celebrar o 43º aniversário da Revolução dos Cravos, no 25 de abril de 2017, vai ser inaugurada uma escultura de Vhils que invoca os princípios da revolução, nos jardins de São Bento. A obra de arte, uma imponente escultura de oito toneladas, foi concebida pelo artista plástico especificamente para este efeito.

A escultura vai ficar exposta nos jardins de São Bento de modo permanente e pode ser visitada gratuitamente todos os domingos.

No programa de 25 de abril em São Bento consta também uma homenagem a Manuel Alegre e aos cinquenta anos de ‘O Canto e as Armas’ com leitura de poemas deste livro histórico. Manuel Alegre, o autor, irá ler poemas durante a tarde nos jardins.

A poesia é um dos pontos fortes do programa das comemorações, em São Bento. Ao longo da tarde irá decorrer “a leitura de poemas livres alusivos à liberdade com a interpretação de diversas personalidades da cultura e das artes.”

Do programa constam também “espetáculos de teatro de marionetas e atuações musicais dos Cant’arte, das Cantadeiras do Redondo e da Banda Móvel”. Os visitantes têm ainda a “possibilidade de participar em experiências em artes plásticas com o projeto Lata 65 e a participação de Vhils.”

Os visitantes são também convidados a “gravar pequenos depoimentos em vídeo sobre ‘O que é a Revolução?’, ‘O que é a Liberdade?’ e ‘O que é a democracia?’

Ao final da tarde o programa termina um concerto de encerramento interpretado por Jorge Palma.

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

wpDiscuz