‘365 Algarve’ faz viagem pelas lendas do património algarvio

O ‘365 Algarve’, que vai na 3ª edição, elegeu o tema ‘Viagem’, e a ‘História e as lendas’ são o ‘mapa’ para desvendar o património cultural do Algarve de uma nova forma, um convite para colocar o público a participar, em vez de apenas ver.

0
‘365 Algarve’ faz viagem pelas lendas do património algarvio
‘365 Algarve’ faz viagem pelas lendas do património algarvio. Foto: Pablo Sabater.

O desafio lançado pelas iniciativas Momentos Fantásticos com o Património, Algarve Desvendado e Percursos Performativos no Património, com início em outubro e que abrange todo o período de programação do ‘356 Algarve’, que decorre até maio de 2019.

No dia 27 de outubro a proposta dos Momentos Fantásticos com o Património é a de “uma viagem guiada pelo universo ligado à vida marítima, através da etnografia, da história e da gastronomia de Ferragudo, no concelho de Lagoa”. Mas até maio, a iniciativa realiza mais 9 visitas, com temas e locais diversificados e, cruzando o conhecimento com a linguagem artística, apoia-se em videomapping para contar a história de monumentos como a Fortaleza de Sagres, a Muralha de Lagos e o Castelo de Alzejur.

O projeto Algarve Desvendado pretende levar o público a viver diferentes momentos históricos da região. Um projeto assente em visitas encenadas ao passado de Faro, Loulé e Castro Marim. A conquista do Algarve aos árabes, o período dos descobrimentos, em que o Algarve foi ponto de partida para algumas das mais importantes viagens marítimas, e a grande Guerra Civil Portuguesa, que opôs os liberais aos Miguelistas, são algumas das viagens no tempo que é possível entre 28 de outubro e 4 de maio de 2019.

A “Encantada de Porches” é uma das lendas que permite contar a história da região e que integra o projeto Percursos Performativos no Património. Um projeto que leva o público através de ruas e monumentos algarvios para descobrir o território através da performance.

Para além dos diferentes percursos, que acontecem de outubro e maio de 2019, é ainda possível explorar os mares e os seus perigos, pela voz de pescadores, corsos e piratas, experienciar o dia-a-dia da vida dentro de um convento ou conhecer porque foi o rio Arade uma verdadeira espinha dorsal do desenvolvimento económico dos povos que ocuparam as suas margens.

A programação da 3.ª edição do ‘365 Algarve’, em novembro, é o momento do regresso do LUZA – Algarve International Festival of Light, que, entre os dias 1 e 3, traz a Loulé 10 obras de artistas nacionais e internacionais, que se expõem num percurso interativo e pintam de luz as ruas e edifícios da cidade. A Torch Light Parade, que junta público e artistas, volta a marcar a abertura deste festival internacional de iluminação, cuja segunda edição traz uma novidade para os mais pequenos através do workshop de luz artística LUZA Kids – Lumo meets Precious Plastic.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!