A.N.T.Í.G.O.N.A. estreia no Teatro Carlos Alberto, no Porto

De 16 a 19 de setembro, uma coprodução do Teatro Experimental do Porto e Teatro Nacional São João e o Teatro Experimental do Porto leva a cena no Teatro Carlos Alberto a A.N.T.Í.G.O.N.A. O espetáculo tem texto e encenação de Gonçalo Amorim.

0
A.N.T.Í.G.O.N.A. estreia no Teatro Carlos Alberto, no Porto
A.N.T.Í.G.O.N.A. estreia no Teatro Carlos Alberto, no Porto. Imagem: © Sama

Antígona, a personagem da mitologia grega, volta a estar em destaque nos espaços do Teatro Nacional São João (TNSJ). Desta feita, é a vez do Teatro Experimental do Porto (TEP) explorar um novo olhar sobre a tragédia homónima composta por Sófocles no século V a.C.

A.N.T.Í.G.O.N.A. estreia-se no dia 16 de setembro, no Teatro Carlos Alberto (TeCA), e conta com texto e encenação de Gonçalo Amorim, que se baseou em diversos materiais textuais em torno da obra para a criação do espetáculo. A peça fica em cena até ao dia 19 deste mês.

Nomes como George Steiner, Judith Butler, Slavoj Žižek, María Zambrano, Sara Uribe, Eduarda Dionísio, Júlio Dantas, Jean Anouilh ou António Pedro fazem parte do reportório de reescritas, ensaios e aproximações à peça de Sófocles, que estão na génesis do espetáculo agora apresentado. A este cunho polissémico junta-se a colaboração criativa de uma equipa multifacetada de artistas que leva a palco uma A.N.T.Í.G.O.N.A. que vai incitar à reflexão de dilemas nodais, entre ordem e paz, tradição e amor fraternal, autoritarismo e voz individual.

Resultado de uma coprodução Teatro Experimental do Porto e Teatro Nacional São João, A.N.T.Í.G.O.N.A. vai estar em cena de quarta a sexta-feira, às 21h00, e no sábado, às 19h00. A récita do dia 18 de setembro será complementada com uma conversa no final do espetáculo. No dia seguinte, a peça vai contar com tradução simultânea em Língua Gestual Portuguesa. O preço dos bilhetes é de 10 euros.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!