Alunos de Macedo de Cavaleiros recebem da autarquia 150 computadores para aulas à distância

Autarquia de Macedo de Cavaleiros apoia alunos do 1.º e 2.º Ciclo do Ensino Básico com 150 computadores portáteis e tablets com acessos à Internet, para poderem acompanharem as aulas do ensino à distância.

0
Alunos de Macedo de Cavaleiros recebem da autarquia 150 computadores para aulas à distância
Alunos de Macedo de Cavaleiros recebem da autarquia 150 computadores para aulas à distância. Foto: DR

O ensino à distância arranca em Macedo de Cavaleiros. A Câmara Municipal assegura com empréstimo de 150 computadores portáteis e tablets, com o respetivo cartão de acesso à Internet, para que os alunos possam prosseguir os estudos na modalidade imposta pela pandemia de COVID-19.

Este empréstimo de equipamento informático é feito ao abrigo do “Programa de Ensino à Distância nas Escolas do Município de Macedo de Cavaleiros”, que lançado em março de 2020, quando da declaração do primeiro Estado de Emergência. As necessidades dos equipamentos foram identificadas por avaliação feita pela direção do Agrupamento de Escolas de Macedo de Cavaleiros (AEMC).

Neste sentido a distribuição dos portáteis e tablets coube à direção do AEMC no seguimento de um protocolo celebrado entre a AEMC e a autarquia, que tem como objetivo dotar os alunos do 1.º e 2.º ciclo, com carências, dos meios informáticos para acompanhar as aulas à distância.

“O Executivo Municipal, em total coordenação com a direção do Agrupamento de Escolas, reativou o empréstimo de equipamentos aos alunos do 1.º e 2.º Ciclo do Ensino Básico para permitir que os alunos possam acompanhar as aulas em casa, com os mínimos constrangimentos possíveis”, disse o presidente da Câmara Municipal, Benjamim Rodrigues,

O autarca acrescentou também que foram adquiridos “150 novos pontos de acesso à Internet, para substituir os cartões comprados no último ano letivo e cuja validade tinha já caducado”.

Os computadores distribuídos por alunos do 1.º e 2.º ciclo vão complementar a entrega de computadores do Ministério da Educação aos alunos do Escalão A e B do Ensino Secundário. Trata-se de “um esforço da autarquia para ajudar as nossas crianças, de modo a que possam acompanhar as aulas com a maior tranquilidade possível”, conclui o presidente da autarquia macedense.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!