António Marto, Bispo Leiria-Fátima, vai ser nomeado Cardeal

Papa Francisco anunciou, hoje, que vai nomear Cardeal, em 29 de junho, António dos Santos Marto, Bispo Leiria-Fátima. Com esta nomeação passa a haver quatro Cardeais portugueses.

0
António Marto, Bispo Leiria-Fátima, vai ser nomeado Cardeal.
António Marto, Bispo Leiria-Fátima, vai ser nomeado Cardeal. Foto: Rosa Pinto

O Papa Francisco anunciou, hoje, que em 29 de junho vai realizar “um Consistório para a nomeação de 14 novos Cardeais”. Os novos cardeais são das mais variadas proveniências o que “expressa a universalidade da Igreja”.

“A inclusão dos novos cardeais na diocese de Roma, também manifesta a ligação indissolúvel entre a Sé de Pedro e as Igrejas particulares espalhadas pelo mundo” referiu o Papa. De entre os novos cardeais encontra-se António dos Santos Marto, Bispo Leiria-Fátima.

O Bispo António dos Santos Marto de 71 anos, natural de Chaves, fez os estudos preparatórios no Seminário Menor de Vila Real, e frequentou cursos de filosofia e teologia na Universidade Católica Portuguesa, como aluno do seminário maior do Porto.

Em 7 de novembro de 1971, António Marto, foi ordenado sacerdote e em 1978 doutorou-se em teologia na Pontifícia Universidade Gregoriana.

Depois de regressar de Roma, permaneceu na cidade do Porto, como professor de teologia na Universidade Católica, tendo sido prefeito de disciplina do Seminário Maior do Porto e responsável pelos seminaristas da diocese de Vila Real.

Nomeado Bispo Auxiliar de Braga em 10 de novembro de 2000, recebeu a ordenação episcopal em 11 de fevereiro de 2001 e em 22 de abril de 2004, foi nomeado bispo de Viseu, para em 22 de abril de 2006 ser nomeado bispo de Leiria-Fátima. Atualmente é também vice-presidente da Conferência Episcopal Portuguesa.

Com esta nomeação de António Marto, Portugal passa a ter quatro Cardeais, que incluem Saraiva Martins, Manuel Monteiro de Castro e Manuel Clemente.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, já saudou António Marto, “pelo anúncio da sua elevação ao cardinalato, decisão sábia e clarividente do Papa Francisco, que assim reconhece uma exemplar trajetória biográfica e pastoral.”

O Presidente acrescenta, em nota, que “o empenho de D. António Marto na reforma da Igreja, a sua profunda ligação a Fátima e aos seus mistérios, o cuidado na atenção aos outros e ao cumprimento diário da mensagem evangélica fazem dele um dos mais promissores novos cardeais.”

No grupo dos novos cardeais indicados pelo Papa Francisco a serem nomeados em junho, encontra-se também, o iraquiano Louis Raphael i Sako, os espanhóis Luis Francisco Ladaria Ferrer e Aquilino Bocos Merino, os italianos Angelo De Donatis, Giovanni Angelo Becciu e Giuseppe Petrocchi, da Polónia, Konrad Krajewski, o indiano Joseph Coutts, o peruano Pedro Barreto Jimeno, de Madagáscar Desiré Tsarahazana, do Japão, Thomas Aquinas Manyo Maeda, o mexicano Sergio Obeso Rivera, e o boliviano Toribio Ticona Porco.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!