Artistas dão cor ao Hospital Pediátrico do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra

Artistas como Cabrita Reis, Pedro Calapez e Fernanda Fragateiro, e muitos outros, deram o seu contributo para o painel artístico no átrio do Hospital Pediátrico do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra. Uma iniciativa que assinala o regresso a uma “normalidade”.

0
Artistas dão cor ao Hospital Pediátrico do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra
Artistas dão cor ao Hospital Pediátrico do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra. Foto: DR

Num gesto solidário, 66 artistas juntaram para dar cor às paredes do átrio do Hospital Pediátrico do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra. Sob o mote Dar Cor ao Pediátrico, a iniciativa solidária da Associação Académica de Coimbra (AAC), em colaboração com a Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra (FMUC) e o Colégio das Artes (CA) assumiu forma.

Para Carlos Robalo Cordeiro, Diretor da FMUC, “a Medicina e a Arte assumem ligações tão antigas como íntimas. A voz e a mão do médico e dos profissionais de saúde encerram um poder insubstituível, razão maior para que a relação médico-doente seja atualmente candidata a património cultural imaterial da humanidade. Nesta medida, a generosidade dos estudantes da AAC, o acolhimento institucional do Hospital Pediátrico e do CHUC e a genialidade do Colégio das Artes e dos Artistas, só poderiam ser encaradas pela Faculdade de Medicina como mais um relevante contributo para que a Arte e a Medicina se encontrem de novo, sob o olhar agradecido das nossas crianças.”

Para o presidente da AAC, Daniel Azenha “o projeto tem como principal objetivo tornar a passagem pelo Hospital Pediátrico mais afetiva. Existe uma ligação muito estreita entre os cuidados médicos de qualidade e o bem-estar do doente, e por isso quisemos dar mais alegria a todas as crianças que passam pelos corredores do Hospital Pediátrico.”

Com uma área total de 2,85 metros de altura e 13,5 de comprimento, é em azul e branco que se encontram representados no painel uma série de elementos gráficos que apelam ao imaginário de quem atravessa o átrio do Hospital Pediátrico do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra. António Olaio, Diretor do Colégio das Artes da UC, acrescenta ainda que viu “neste projeto uma intervenção com um enorme potencial de mobilização artística, o qual foi confirmada pela participação entusiástica dos artistas envolvidos”.

Artistas Envolvidos: Alice Geirinhas, Ana David, Ana Pérez- Quiroga, Ana Rito, António Gonçalves, António Melo, António Olaio, Arlindo Silva, Baltazar Torres, Beatriz Albuquerque, Bruno Borges, Bruna Mibielli, Cabrita, Catarina Parente, Cláudia Renault, Clara Sampaio, Daniel Moreira, Edna Moura, Eduardo Matos, Fátima Séneca, Felipe Barbosa, Fernanda Fragateiro, Fernando J. Ribeiro, Fernando José Pereira, Francisco Laranjo, Francisco Queirós, Gabriela Albergaria, Gabriela Vaz-Pinheiro, Hugo Barata, Isaura Pena, João Fonte Santa, João Nora, João Pedro Vale, João Taurino, Jorge das Neves, José Almeida Pereira, José Loureiro, José Maçãs de Carvalho, Luís Alegre, Luís Silveirinha, Manuel Gantes, Manuel dos Santos Maia, Maria Rito, Mariana Gomes, Miguel Ângelo Rocha, Nuno Alexandre Ferreira, Nelson Ricardo Martins, Nuno Sousa Vieira, Orlando Franco, Paulo Mendes, Pedro Cabral Santo, Pedro Cabrita Reis, Pedro Calapez, Pedro Gomes, Pedro Pousada, Pedro Saraiva, Pedro Tudela, Pedro Valdez Cardoso, Pedro Vaz, Raquel Moreira, Rita Castro Neves, Rita Gaspar Vieira, Rodrigo Oliveira, Rosi Avelar, Sara e André, Sebastião Casanova, Sebastião Miguel, Susana Chiocca, Susana Mendes Silva, Vanda Madureira, Valdemar Santos, Xana.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!