Belém Art Fest, música, arte e património

Belém, em Lisboa, tem o seu festival nos dias 27 e 28 de julho. O Belém Art Fest, conhecido pelo Festival dos Museus à Noite, junta música, arte e o património, mas também junta à programação: exposições; visitas guiadas noturnas; street food e artesanato.

0
Belém Art Fest, música, arte e património
Belém Art Fest, música, arte e património. Foto: Rosa Pinto

Toda a zona de Belém, em Lisboa, é ocupada durante dois dias, 27 e 28 de julho, por músicos e vozes que nos mais emblemáticos monumentos e espaços da zona mais turística da capital, vão tornar o ambiente multicultural. É o Belém Art Fest.

Marcelo Camelo, Dengue Dengue Dengue, Conan Osiris, Témé Tan, Anna Leone, Mike El Nite, Selma Uamusse, Kastrupismo, Tomara, Monster Jinx ft Darksunn + J-K, Funkamente!, Lianne La Havas e JP Simões, estão confirmados para tornar o Belém Art Fest num momento inesquecível para os participantes.

Marcelo Camelo atua no dia 27 de julho no Claustro do Mosteiro dos Jerónimos, dando um concerto com voz e viola, ao atuar a solo o artista apresenta-se num formato intimista. Este brasileiro, que já atuou alguns anos em Portugal, está a suscitar grande curiosidade no neste regresso.

No Museu Berardo, ainda no dia 27 de julho, a dupla peruana de Tropical Bass, Dengue Dengue Dengue de Filipe Salmon e Rafael Pereira traz de Lima as experiências sonoras mergulhadas na Cumbia Digital, um projeto que explora ritmos e sons do mundo e que está em permanente evolução. O espetáculo visual e as muitas sonoridades tornam a atuação numa festa.

No dia 27 de julho, Témé Tan está no Museu Nacional de Arqueologia, o congolês que tem vivido entre Kinshasa e a Bélgica, é um criador de música ultramoderna, que se traduz “numa síntese radical de sons e culturas de todos os continentes.”

No Claustro do Mosteiro dos Jerónimos, no dia 27 de julho, Selma Uamusse canta as suas letras na língua de Moçambique, em changana e em chope, e integra na sua música instrumentos tradicionais como a timbila e a mbira, assim como influências do seu percurso entre o Jazz, Rock’n’Roll, o Gospel e o Soul.

Ainda no dia 27 de julho, Funkamente! Estão no Museu Coleção Berardo. Funkamente! Midnight e Bungahigh se juntam para fazer dançar, com muita dança “que vai do Soul ao Funk, do Disco ao House, do Afrobeat às obscuridades da música portuguesa e brasileira.”

No dia 28 de julho, Conan Osiris está Museu Berardo, o compositor e produtor, lançou recentemente o primeiro álbum de originais “Adoro Bolos”, o disco recebeu fortes aplausos da crítica especializada, uma oportunidade para assistir ao vivo a algumas das músicas.

Anna Leone, considerada uma jóia da Suécia, vai estar no dia 28 no Museu Nacional de Arqueologia. A artista é conhecida pelo “Wandered Away” um deslumbrante EP de estreia composto por músicas acústicas delicadas e extravagantes.

Também no dia 28 de julho, Mike El Nite apresenta-se no Museu Coleção Berardo. O rapper português, lançou este ano “Dr. Bayard”, o primeiro single do seu novo EP. “A sonoridade, aliada à habilidade lírica, sempre tingida de um lado interventivo, resultou num dos grandes lançamentos de 2016 com “O Justiceiro”. O primeiro álbum de Mike El Nite foi aclamado pela crítica e considerado como um dos álbuns nacionais do ano pela Antena 3.”

No Museu Nacional de Arqueologia, dia 28, é a vez de Guilherme Kastrup traz com o seu projeto autoral Kastrupismo. “Uma combinação das raízes da música brasileira com a música eletrónica e o jazz.”

No mesmo dia 28, no Picadeiro Real, atua Filipe Monteiro, de nome artístico Tomara, que “consegue, de forma singular, focar o ouvinte para uma espécie de dimensão supra-emocional.”

Monster Jinx, o coletivo artístico grande Monstro Roxo, apresenta, no dia 28 de Julho, no Museu Coleção Berardo, dois dos seus fundadores, Darksunn e J-K. “Vai apresentar a sua música, animadora mas onde há algo meio assustador,” pois, “quando não está irritado com tudo ou contente com nada, distorce a vida e cria novos enredos para o dia-a-dia.”

Á programação do Belém Art Fest juntam-se exposições, visitas guiadas noturnas, street food e artesanato. Uma iniciativa com produção da Amazing Adventure em parceria com a Everything is New, Direção-Geral do Património Cultural, Museu Coleção Berardo, Câmara Municipal de Lisboa e Junta de Freguesia de Belém.

Programação

Dia 27 julho:

Mosteiro dos Jerónimos
Marcelo Camelo
Selma Uamusse

Museu Nacional de Arqueologia
Témé Tan
Beatriz Pessoa

Museu Berardo
Dengue Dengue Dengue
Funkamente!
Pedro
Progressivu

Picadeiro Real
JP Simões
João Berhan

Jardins do Palácio de Belém
Noiserv
Suave

Museu da Presidência da República
Churky

Dia 28 de julho:

Mosteiro dos Jerónimos
Lianne La Havas

Museu Berardo
Conan Osiris
Mike El Nite
Monster Jinx ft Darksunn + J-K

Museu Nacional de Arqueologia
KastrupismoPicadeiro Real
Tomara

Dias 27 e 28 Julho 2018
Abertura de Portas: 19H30
Início do Espetáculo: 19H30
Classificação etária: M/6

Bilhetes
Bilhete diário 27 julho: 30 €
Bilhete diário 28 julho: 30 €

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!