Caça, Pesca e Castanha na Feira Internacional do Norte, em Bragança

Feira Internacional do Norte – Norcaça, Norpesca e Norcastanha, reúne em Bragança os apreciadores dos produtos de alta qualidade da região transmontana: a caça; pesca e a castanha. Um evento também promotor do turismo e de valorização económica.

0
Caça, Pesca e Castanha na Feira Internacional do Norte, em Bragança
Caça, Pesca e Castanha na Feira Internacional do Norte, em Bragança. Foto: DR

A Feira Internacional do NorteNorcaça, Norpesca e Norcastanha, decorre em Bragança, de 1 a 4 de novembro, organizada pelo Município de Bragança, envolve mais de 50 entidades e a comunidade local. O evento que já vai na 17ª edição é este ano renovado para melhor promover algumas das bases económicas da região, a caça, a pesca e a castanha.

O Certame com tradição e dimensão ibérica onde, vai permitir que ao longo de quatro dias, os visitantes possam degustar a gastronomia de excelência da região e, em particular, os três produtos emblemáticos da época: a caça, a pesca e a castanha, para além de diversas outras atividades.

A 17.ª Feira Internacional do Norte tem como objetivo ir ao encontro dos amantes de caça e pesca, dos apreciadores das iguarias derivadas da castanha e do fomento do turismo e valorização económica da região.

Hernâni Dias, presidente da Câmara Municipal de Bragança, referiu que “a caça, a pesca e a castanha são produtos muito importantes para Bragança”, e acrescentou: “Somos responsáveis por 85% da produção nacional de castanha. Desta produção, 70 a 80% destina-se a mercados externos. É um produto que representa um valor económico de 100 milhões de euros para a região e, naturalmente, com muita importância para o concelho.”

Bragança é a Capital da Castanha e “a iniciativa tem como objetivo promover, a nível nacional e internacional” a castanha, mas “também a caça e a pesca”, pois são outros “dois setores com dimensão considerável na nossa economia.”

Mas para o Presidente da autarquia brigantina “a par da promoção destes produtos é fundamental acompanhar os novos desafios que se colocam a estas áreas e, portanto, a Feira Internacional do Norte, tem também como objetivo reunir, em Bragança, agentes do setor para que seja possível refletir sobre o futuro sustentável desta economia.”

Para além do certame dar a conhecer os produtos de caça, pesca e castanha vai também permitir um e debate e reflexão sobre o futuro dos setores caça, pesca e castanha na região, e assim, decorre no auditório do NERBA, no 1 de novembro, o seminário “Norcaça/Norpesca – Potenciar a caça e Pesca na Região Transmontana. Será possível?” No dia 2 de novembro tem lugar o XI Fórum Internacional dos Países Produtores de Castanha, sobre o tema “Castanheiro: o futuro sustentável”.

Outras atividades do certame

Para alem da gastronomia e atividades do setor primário, os quatro dias são cheios de animação e de várias atividades culturais.

Para os mais pequenos, dos 3 aos 10 anos, há um espaço de animação com diversos equipamentos de diversão, e sempre com vigilância.

Os mais crescidos e adeptos de um bom desafio têm a Parede de Escalada, no sábado e domingo, das 10h às 16H, onde podem pôr à prova a sua resistência. Uma atividade que tem o acompanhamento do Exército.

Os apreciadores de falcões e outras aves de rapina, podem visitar a exposição e assistir a demonstrações de cetraria às 11h30, 14h30, 16h30, 18h30, 20h30, 22h00.

Todos os visitantes podem visitar exposições de elementos escultóricos alusivos ao evento (elaborados por instituições locais), pintura, fotografia e quadras de S. Martinho.

Há ainda um espaço de educação ambiental, onde se realizam workshops para ensinar a fazer a compostagem doméstica e, ainda, um Teatro de Rua, que explica como deve ser feita a separação seletiva do lixo.

Outras iniciativas e animação

O programa da 17.ª Feira Internacional do Norte envolve ainda um conjunto de iniciativas muito diversificadas.

No dia 2 de novembro, às 22h30, passagem de modelos, onde se destaca a presença e participação do manequim internacional André Costa. Um modelo profissional que nasceu em Bragança e que já desfilou para grandes criadores, como Giorgio Armani e Dolce & Gabbana, tendo também protagonizado editoriais de moda em prestigiadas revistas e participado nos videoclipes de Jennifer Lopez, Ricky Martin e Paulina Rubio.

No 3 de novembro, às 22h30, destaca-se o concerto com a fadista Cuca Roseta.

No dia 4 de novembro, para quem gosta de desporto e contacto com a natureza, a organização propõe a Maratona Ibérica da Castanha em BTT, que conta com 500 inscritos oriundos de várias localidades de Portugal e Espanha, e da caminhada solidária pedestre “Por entre os Soutos”, cujas inscrições revertem integralmente para a Liga Portuguesa Contra o Cancro – Delegação de Bragança, e ainda do passeio micológico acompanhado por um guia especializado. Todas as atividades têm início no recinto exterior do NERBA, às 09h00.

Ainda no dia 4 de novembro, mas no período da tarde será apresentado o livro “Romanceiro da Castanha” de Jorge Lage e entregues os prémios relativos aos concursos de Quadras Populares de S. Martinho, Pintura, Fotografia, Pesca, Sto. Huberto e Avaliação de Cães de Caça.

Também no dia 4 de novembro, domingo, dia de Gincana de Tratores, alguns brigantinos colocam à prova a sua destreza ao volante das máquinas agrícolas. Além disso, o último dia do programa conta com demonstrações de falcoaria, concursos de doces de castanhas e a demonstração de apanha mecânica da castanha.

Semana Gastronómica – Caça, Pesca & Castanha

No âmbito da iniciativa e a partir do dia 27 de outubro até dia 4 de novembro, decorre a Semana Gastronómica com o apoio de 14 restaurantes locais que se associam à divulgação da castanha, pesca e caça, privilegiando nas suas ementas pratos confecionados com estes produtos.

Feira Internacional do Norte – Norcaça, Norpesca e Norcastanha
Feira Internacional do Norte – Norcaça, Norpesca e Norcastanha
Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!