Caminhar contra o cancro da mama

‘Pequenos Passos, Grandes Gestos’, a iniciativa que junta em simultâneo a população de sete cidades da região centro, no dia 7 de outubro, em caminhadas de sensibilização para prevenção primária e diagnóstico precoce do cancro da mama.

0
4
Partilhas
Caminhada contra o cancro da mama
Caminhada contra o cancro da mama- cartaz da iniciativa

O Movimento Vencer e Viver do Núcleo Regional do Centro da Liga Portuguesa Contra o Cancro realiza a iniciativa ‘Pequenos Passos, Grandes Gestos’ pelo oitavo ano consecutivo, e o objetivo é marcar o arranque do mês de outubro, como o Mês Internacional de Prevenção do Cancro da Mama, um mês de sensibilização da população para a prevenção primária e diagnóstico precoce do cancro da mama.

As caminhadas, que decorrem simultaneamente em Aveiro, Castelo Branco, Coimbra, Covilhã, Guarda, Leiria e Viseu, no dia 7 de outubro, começam às 15h00, “sendo precedidas de várias atividades de animação e no final em festivo ambiente de confraternização”, aberto a todos, desde os jovens aos menos jovens, público feminino e masculino.

Para participar é necessário fazer a inscrição, que confere o acesso a um kit de caminhada, que incluiu t-shirt, garrafa de água e folhetos informativos (o acesso ao kit está limitado ao stock existente). A inscrição tem o valor de cinco euros, que revertem na íntegra para o Núcleo Regional do Centro da Liga Portuguesa Contra o Cancro.

A iniciativa tem a intenção de contribuir para sensibilizar as comunidades locais para a importância da prevenção e deteção precoce do cancro da mama, divulgar os serviços da Liga de apoio à mulher, sobretudo o Movimento Vencer e Viver, e angariar fundos para o apoio ao doente oncológico e seus familiares.

O cancro da mama é uma das doenças com maior impacto na nossa sociedade, é o tipo de cancro mais comum entre as mulheres, para além do cancro da pele, e corresponde à segunda causa de morte por cancro, na mulher.

Estima-se que na Europa surjam todos os anos 430.000 novos casos de cancro da mama e que uma em cada 10 mulheres venha a desenvolver a doença antes dos 80 anos. Em Portugal, anualmente são detetados cerca de 6.000 novos casos de cancro da mama e 1.500 mulheres morrem com esta doença.

Caminhada contra o cancro da mama
Caminhada contra o cancro da mama

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

wpDiscuz