Campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno 2018 em Reguengos

Baja TT Capital dos Vinhos de Portugal, 25 a 27 de maio, com 112 pilotos inscritos, sendo 63 SSV + 47 Moto + 12 Quad. António Maio, Arnaldo Martins e João Monteiro lideram Campeonato, novidade é a do espanhol Gerard Farrés, 3º no Dakar 2017, aqui em Can-Am.

0
Campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno 2018 em Reguengos
Campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno 2018 em Reguengos. Foto: DR

A quarta jornada do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno (CNTT) decorre de 25 a 27 de maio, em Reguengos de Monsaraz, onde se realiza a 30ª edição da Baja TT Capital dos Vinhos de Portugal. António Maio nas motos, Arnaldo Martins nos Quad e João Monteiro entre os SSV lideram os respetivos campeonatos.

Na competição Moto o destaque vai para o regresso de Sebastian Bühler e assim o favoritismo do atual campeão nacional António Maio com as vitórias nas três anteriores jornadas passa a ser repartido.

Entre os Quad o favoritismo recai por inteiro no líder do campeonato Arnaldo Martins enquanto na competição SSV e, apesar dos três anteriores triunfos de João Monteiro, esta terá seguramente mais de uma dezena de candidatos à vitória.

Nas motos e para além do duelo a ser travado entre Maio e Bühler, Mário Patrão, Salvador Vargas e David Megre são os mais fortes na luta pelos lugares de pódio, numa corrida onde será interessante seguir também o duelo entre Bernardo Megre e Martim Ventura na luta pela vitória na Classe TT1.

Com mais de uma dezena de concorrentes a competição Quad terá Filipe Martins, Fernando Cardoso e Filipe Silva como principais adversários de Arnaldo Martins.

Ricardo Carvalho, nos SSV, no novo Yamaha Turbo aparenta ter capacidade para fazer frente à Can-Am onde se destacam para além do líder João Monteiro os nomes de Pedro Santinho Mendes, Marco Silva, Pedro Carvalho, João Dias, Henrique Nogueira, Luís Portela de Morais para além dos consagrados Ruben Faria, Pedro Grancha e Vitor Santos.

Na Classe SSV TT2 o favoritismo vai por inteiro para Mário Franco em Yamaha que arrecada vitórias nas três corridas já disputadas.

Há duas interessantes novidades nesta prova, a presença do espanhol Gerard Farrés, 3º no Dakar 2017 em Moto e de Paulo Romão que venceu a primeira edição desta prova alentejana. Ambos vão competir em Can-Am.

De salientar que nos SSV, a Baja TT Capital dos Vinhos de Portugal é ainda pontuável para o Troféu Can-Am Maverick, Taça Yamaha YXZ 1000R e Troféu Polaris RZR

A Baja TT Capital dos Vinhos de Portugal arranca desportivamente no sábado com um prólogo de 8,28 quilómetros cronometrados, seguindo-se um troço de 80,80 quilómetros. No domingo, a prova encerra com a realização de uma especial de 142 quilómetros.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!