Cancro de cabeça e pescoço: conhecer fatores de risco e prevenção

“Depois do Cancro, a Vida” é o mote da 7ª Semana Europeia de Luta Contra o Cancro de Cabeça e Pescoço. Uma doença que tem cerca de 3 mil novos casos a serem diagnosticados por ano e onde 60% destes numa fase avançada.

0
Cancro de cabeça e pescoço: conhecer fatores de risco e prevenção
Cancro de cabeça e pescoço: conhecer fatores de risco e prevenção. Foto: © Rosa Pinto

O cancro de cabeça e pescoço corresponde a qualquer tipo de cancro que possa ser encontrado na região da cabeça ou do pescoço, com exceção dos olhos, cérebro, orelhas e esófago. Em Portugal, todos os anos são diagnosticados cerca de três mil novos casos desta patologia, mas 60% dos doentes são diagnosticados numa fase avançada.

Quando este tipo de cancro de cabeça e pescoço é diagnosticado numa fase inicial, a probabilidade de cura é de 90%, com cirurgia ou radioterapia, mas quando diagnosticado numa fase avançada a esperança média de vida é de apenas cinco anos.

Com o objetivo de sensibilizar os doentes e profissionais de saúde sobre os fatores de risco, prevenção deste tipo de cancro, e alertar a comunicação social e as entidades oficiais sobre o impacto desta doença, é promovida a 7ª Semana Europeia de Sensibilização para o Cancro de Cabeça e Pescoço pela European Head and Neck Society (EHNS).

De hoje, 16 a 20 de setembro a 7ª Semana Europeia de Luta Contra o Cancro de Cabeça e Pescoço dá continuidade à Make Sense Campaign. A 7ª semana tem como mote “Depois do Cancro, a Vida”. Uma campanha que pretende sensibilizar a população, através da dinamização de várias iniciativas.

Ações da campanha

Uma sessão de rastreios no Cais do Sodré, em Lisboa, das 9h00 às 18h00 dá início à campanha. Os rastreios também terão lugar no Porto, na estação de Metro da Trindade, no dia 20 de setembro, o último dia da campanha.

Além das ações de rastreios, é lançado o livro “Sonhos que Ajudam” escrito por Sara Neves, uma doente de Cancro da Cavidade Oral juntamente com Simone Fernandes, nutricionista. O lançamento é feito no dia 17 de setembro, pelas 21h00, na FNAC do Colombo, em Lisboa.

No dia 18 de setembro é partilhado o vídeo com testemunhos positivos que refletem o impacto da atividade física no dia-a-dia. No dia 19 de setembro há sessões de formação “Depois do Cancro o Emprego”. As sessões são direcionadas a entidades empresariais com o intuito de promover o regresso à vida ativa dos doentes oncológicos, juntamente com o lançamento do vídeo de apoio ao emprego.

Organização da campanha

Em Portugal, a campanha é da responsabilidade do Grupo de Estudos de Cancro de Cabeça e Pescoço (GECCP) e da Associação dos Amigos dos Doentes com Cancro Oral (ASADOCORAL). “A Make Sense é uma campanha que pretende colmatar o desconhecimento no que diz respeito aos sintomas, sinais e fatores de risco, de forma a conduzir para um diagnóstico precoce”, explicou Ana Castro, presidente do GECCP

Esta iniciativa conta com o apoio institucional da Ordem dos Médicos Dentistas, Ordem dos Médicos, Ordem dos Enfermeiros, Câmara Municipal de Lisboa, Confederação Empresarial de Portugal, Confederação do Comércio e Serviço de Portugal, Confederação Portuguesa das Coletividades de Cultura Recreio e Desporto, Metro de Lisboa, Metro do Porto, Infraestruturas de Portugal e Associação para as Doenças da Tiroide, com o apoio de comunicação da agência de comunicação Float Group e com o patrocínio da Merck KGaA, da Bristol-Myers Squibb Company, da Merck Sharp & Dohme, da Medtronic e da Delta. A nível logístico conta ainda com o apoio da gráfica A3 e para a elaboração de rastreios com a empresa Acção Contínua.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!