Castro termina digressão no Centro Cultural de Belém

Após a passagem pelo Festival de Almagro, em Espanha, o regresso do espetáculo Castro a Portugal encerra a programação fora de portas do Teatro Nacional São João. No CCB a 27 e 28 de agosto, às 19h00.

0
Castro termina digressão no Centro Cultural de Belém.
Castro termina digressão no Centro Cultural de Belém. Foto: João Tuna

A programação fora de portas do Teatro Nacional São João para a temporada abril/julho de 2021 está prestes a terminar, com a apresentação da peça Castro no Centro Cultural de Belém (CCB), em Lisboa. O espetáculo, que conta com encenação de Nuno Cardoso, diretor artístico do São João, parte da obra homónima do poeta António Ferreira, desvendando a modernidade e densidade intrínsecas ao drama histórico/lenda/mito do amor entre Pedro e Inês.

A produção da Casa – que assinalou a primeira incursão de Nuno Cardoso na dramaturgia portuguesa – sobe ao palco do CCB nos dias 27 e 28 de agosto, às 19h00.

Castro termina digressão no Centro Cultural de Belém
Castro termina digressão no Centro Cultural de Belém. Foto: João Tuna

Castro coloca-nos perante a intimidade concreta de personagens que se revelam cativas de si próprias, explorando a questão da utopia e do seu negro avesso: o amor/desejo e o poder como vício e caos, como cegueira que “escurece daquela luz antiga o claro raio”. Após as recentes passagens pelo Luxemburgo e pelo Festival de Almagro, em Espanha, o regresso a Portugal marca assim o fim da digressão da peça – estreada em março de 2020 no Teatro Aveirense –, e representa mais uma vertente da política de descentralização do São João.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!