Chiara Manfletti é a primeira presidente da Agência Espacial Portuguesa

A Agência Espacial Portuguesa nomeou, hoje, Chiara Manfletti como presidente e Luís Santos como vice-presidente. A Portugal Space vai promover e executar a Estratégia "Portugal Espaço 2030" e impulsionar o panorama espacial europeu.

0
Chiara Manfletti presidente da Agência Espacial Portuguesa
Chiara Manfletti presidente da Agência Espacial Portuguesa. Foto: DR

Chiara Manfletti acaba de ser nomeada presidente da Agência Espacial Portuguesa durante a 1ª Assembleia Geral da Agência que reuniu, hoje dia 22 de março, nas instalações da Portugal Space, no Palácio das Laranjeiras, em Lisboa. Na Assembleia estiveram presentes os quatro associados fundadores: Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT); Agência Nacional de Inovação (ANI); Direção-Geral de Recursos da Defesa Nacional (DGRDN) e Região Autónoma dos Açores através da Associação RAEGE Açores – Rede Atlântica de Estações Geodinâmicas e Espaciais.

No final da reunião participou o Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, que abordou com os fundadores da Agência os termos dos acordos feitos com a Agência Espacial Europeia (ESA, sigla em inglês) para que a Agência Espacial Portuguesa venha a desempenhar funções de “ESA hub” em termos de “dupla tutela” entre Portugal e a ESA.

Chiara Manfletti, agora nomeada presidente da Agência, tem dupla nacionalidade, italiana e alemã, é graduada em engenharia aeronáutica pelo Imperial College de Londres (2001), tem o mestrado em “estudos espaciais” pela “International Space University” (ISU) de Estrasburgo (2002), e é doutorada pela Universidade alemã de Aachen (2009). A especialista possui ainda licenciatura em História pela Open University do Reino Unido (2003).

Trabalhou na empresa francesa SNECMA, na Agência Espacial Alemã, DLR, tendo posteriormente ingressado na ESA em 2016, onde tem exercido nos últimos anos a função de assessora do Diretor-Geral na sede da Agência em Paris.

Chiara Manfletti é agora a terceira mulher a presidir a uma agência espacial a nível mundial, depois de Pascale Ehrenfreund, que foi Presidente da Agência Espacial Alemã (DLR) entre 2015 e 2017, e de Megan Clark, que foi nomeada recentemente, em 2018, presidente da Agência Espacial Australiana, aquando da sua criação.

Luís Santos, que vai exercer o cargo de vice-presidente da Agência, é licenciado em Engenharia Eletrotécnica pelo Instituto Superior Técnico (IST), tendo sido até ao momento o Coordenador da Estrutura de Missão dos Açores para o Espaço, agora integrada na Agência Espacial Portuguesa.

Luís Santos, vice-presidente da Agência Espacial Portuguesa
Luís Santos, vice-presidente da Agência Espacial Portuguesa. Foto: DR

A reunião da Assembleia Geral da Agência Espacial Portuguesa (Portugal Space) teve lugar após a Escritura de Constituição da Agência Espacial Portuguesa no passado dia 17 de março, em Ponta Delgada, nos Açores, na presença do Ministro Manuel Heitor e do Presidente do Governo Regional dos Açores, Vasco Cordeiro, e respetivos associados fundadores da Portugal Space. A criação da Agência Espacial Portuguesa foi aprovada no passado dia 7 de março, em Conselho de Ministros, e resulta da parceria entre o Governo de Portugal e o Governo Regional dos Açores, com a colaboração da ESA.

 

A Agência nacional “Portugal Space” é responsável por promover e executar a Estratégia “Portugal Espaço 2030” e articular a gestão dos vários programas nacionais ligados ao Espaço, e tem o objetivo de fomentar o investimento, a criação de emprego qualificado e a prestação de serviços ligados a ciências e tecnologias do Espaço em estreita articulação com a Agência Espacial Europeia e com o processo de desenvolvimento do Centro Internacional de Investigação do Atlântico (AIR Centre).

O objetivo da Agência é, assim, o de impulsionar o panorama espacial europeu através da cooperação internacional, nomeadamente ao nível da ESA e de outras agências espaciais europeias, e tem também a responsabilidade de implementar e promover o programa “AZORES International Satellite launch Programme” (AZORES ISLP), em parceria com a ESA.

A Portugal Space tem sede instalada na Ilha de Santa Maria nos Açores e instalações em Lisboa, no Palácio das Laranjeiras, vai permitir estimular o setor do Espaço em Portugal, criando condições para o desenvolvimento da capacidade e de competências nacionais no domínio da indústria espacial, nomeadamente das novas indústrias do Espaço (“New Space Industries”), mas também da investigação científica, inovação, educação e cultura científica, no que ao Espaço diz respeito.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!