Chuva intensa em Fátima não impediu últimos desejos dos peregrinos

Terminada em Fátima a procissão do adeus, em 13 de maio, foram muitos os peregrinos que se mantiveram no recinto, para ir à Capelinha das Aparições, ou para assistir, através de ecrã, à partida do Papa da Base Aérea de Monte Real.

0
1
Partilhas
Recinto do Santuário de Fátima
Recinto do Santuário de Fátima. Foto: Rosa Pinto

Terminada a procissão do adeus, com lenços brancos, a Nossa Senhora de Fátima, e depois do Papa ter saído do Santuário de Fátima para a base aérea de Monte Real, os peregrinos começam a sair do recinto, dado ser tempo de regresso a casa.

Muitos peregrinos permanecem durante algum tempo no recinto para registar em fotografia o momento e o lugar. Grupos de peregrinos oriundos das mais variadas origens, como um grupo de Xiaoming, da China, outro do Brasil ou o grupo do México que ainda pretende chegar à Capelinha das Aparições para uma última despedida, antes de regressarem a casa.

De Espanha vieram muitos jovens, mas chegou o momento de regressar depois de arrumar a mochila e de se proteger da chuva que começa a dar sinais de precipitação.

Pelos ecrãs gigantes espalhados pelo recinto muitos assistem às ultimas imagens do Papa Francisco em solo português, que na Base Aérea nº. 5, em Monte Real, Leiria, está prestes a embarcar no avião da TAP para regresso a Roma.

Do Panamá um jovem peregrino faz questão de levantar bem alto a bandeira do seu país marcando com isso a sua presença física e de crença no local, tal como outro da Argentina e de muitos outros países.

Junto da Capelinha das Aparições os peregrinos continuam em grande número, ninguém quer abandonar o recinto sem um último recolhimento junto da imagem da Nossa Senhora de Fátima.

Um carro de limpeza faz as primeiras tentativas para recolher o que fica para trás depois de dois dias e uma noite de permanência dos peregrinos.

Da Povoa de Varzim um peregrino vestido a rigor faz questão de posar para a foto do máquina do repórter com a bandeira que indica serem as cores de Portugal e que a ostenta por ser necessário, no seu entender, preservar a história de Portugal e que Fátima faz parte dessa história, mas também do presente.

O tempo vai passando, mas para alguns peregrinos não há ainda pressa de abandonar o recinto sem assistir às imagens, através dos ecrãs, da partida do Papa Francisco, um momento que também é vivido, como o faz um grupo de ‘irmãs’ que permanece no recinto vivendo a paz e a alegria do momento.

No momento de embarque o Papa Francisco despede-se com um acenar de adeus e os peregrinos em Fátima correspondem também com um acenar de adeus.

A chuva começa a cair, uns correm para se abrigarem, com é o caso de dois peregrinos do Burquina Faso, mas outros não querem perder o momento do levantar voo do avião ‘Grão Vasco’ que levará o Papa de regresso ao Vaticano. Por fim o avião parte e é tempo de ir para um lugar mais abrigado, e de regressar a casa.

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

wpDiscuz