Ciência e Inovação que se faz em Bragança

Cientistas do Instituto Politécnico de Bragança e de centros de investigação reúnem-se no dia 4 de outubro no auditório da Casa da Seda, em Bragança, onde vão debater e dar a conhecer Ciência e Inovação que se faz em Bragança. A entrada é livre.

0
Ciência e Inovação que se faz em Bragança
Ciência e Inovação que se faz em Bragança. Foto: © Rosa Pinto

Bragança possui uma das maiores e mais ativas instituições do ensino superior em Portugal. São vários os laboratórios e os investigadores a trabalhar nos mais diversos domínios, alguns com impacto direto na região.

Dia 4 de outubro, às 21h30, na Casa da Seda, em Bragança, reúnem-se alguns dos cientistas do Instituto Politécnico de Bragança, de 4 Centros de Investigação e de 1 Laboratório Colaborativo num encontro com tema “Ciência & Inovação em Bragança: o que podem fazer por si?”

Os cientistas vão tentar dar resposta a algumas das questões que permitam possuir-se uma visão geral sobre as atividades dos cientistas, tais como: Que ciência se faz em Bragança e de que forma é integrada na região e no mundo? Quem são os cientistas? Como trabalham e o que investigam? Que resultados obtêm?

De entre os participantes no encontro estão:

Isabel Ferreira, Vice-presidente do Instituto Politécnico de Bragança, que vai falar sobre o ecossistema de cocriação de inovação, envolvendo a comunidade científica e os alunos em parcerias firmes com empresas e organizações.

Ana Isabel Pereira, Vice-coordenadora do Centro de investigação em Digitalização e Robótica Inteligente (CeDRI), um centro de investigação de excelência que promove o desenvolvimento da indústria 4.0.

Cristina Mesquita, Coordenadora do Centro de Investigação em Educação Básica (CIEB), uma unidade de investigação aplicada às especificidades da educação básica, onde se desenvolvem projetos de investigação fundamental e de intervenção pedagógica.

Filomena Barreiro, Vice-coordenadora do Centro de Investigação de Montanha (CIMO), um centro de investigação de referência mundial que vai da natureza aos produtos de forma sustentável.

Paula Fernandes, Coordenadora da Unidade de Investigação Aplicada em Gestão (UNIAG), uma unidade que promove e desenvolve investigação aplicada, pluridisciplinar e de referência sobre temas que se enquadram na área das Ciências Empresariais e Económicas.

Andrey Romanenko, Diretor do Laboratório Colaborativo Montanhas de Investigação (MORE), um laboratório colaborativo focado no desenvolvimento socioeconómico e na criação de emprego qualificado.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!