CIONET atribui prémios de CIO do Ano

Ana Neves, da FCT, António Pereira, da Primavera BSS, e Benedetto Conversano, da Jerónimo Martins, reconhecidos com prémio CIO do Ano de 2017, em Portugal, pela CIONET. Os três CIO vão agora representar Portugal na eleição de CIO Europeu do Ano.

0
CIONET atribui prémios de CIO do Ano
CIONET atribui prémios de CIO do Ano. Ana Neves, da FCT, António Pereira, da Primavera BSS, e Benedetto Conversano, da Jerónimo Martins. Foto: DR

A CIONET, “a maior comunidade de executivos de Tecnologias de Informação na Europa, que conta com mais de 7.000 decisores tecnológicos”, distinguiu com o prémio CIO do Ano, Ana Neves, da FCT, na categoria de Government, António Pereira, da Primavera BSS, na categoria PMEs, e Benedetto Conversano, da Jerónimo Martins, na categoria de Corporate. Os vencedores portugueses foram divulgados durante o evento CIODAY’18.

Os três CIO portugueses foram, no entender do júri do concurso anual, os que mais se destacaram ao longo do último ano. O prémio tem como objetivo “distinguir, reconhecer e galardoar os melhores CIOs portugueses que utilizam as TIC para ter um maior sucesso dentro das organizações em que representam.”

“O júri, composto por Daniel Traça, Dean da Nova SBE, Ramon O’Callaghan, Dean da Porto Business School, Jorge Jordão, Diretor de Relações Institucionais da Jerónimo Martins, Paulo Nunes, CIO da EMEL, e Rui Serapicos, Managing Partner da CIONET Portugal, avaliou as competências específicas e os resultados alcançados no último ano por todos os candidatos”, indicou a CIONET em comunicado.

A CIONET indicou que, para além dos vencedores, estavam também nomeados Alexandre Ramos, da Altice-PT; António Jorge de Sá, da OCP Portugal; João Pedro Pereira, da ERA; Pedro Vieira, da Águas do Porto; e Wilson Lucas, do Instituto de Informática.

A CIO do Ano na categoria de Government, Ana Neves, é diretora de Sociedade de Informação da Fundação da Ciência e Tecnologia (FCT), e responsável pela coordenação e mobilização das políticas públicas no domínio da Sociedade da Informação/Digital em Portugal/Governação da Internet, desde 2012. Anteriormente, foi responsável pelas Relações Internacionais da Agência para a Sociedade do Conhecimento (UMIC) e, entre 2002 e 2008, foi a primeira Conselheira de Ciência e Sociedade da Informação na Representação Permanente de Portugal junto da União Europeia, em Bruxelas.

Ana Neves referiu: “É uma satisfação enorme receber este prémio porque trabalhar no Estado nesta área não é nada fácil. Isto é um trabalho de muitos anos e ser reconhecida agora… a pessoa pensa ‘valeu a pena’”, e acrescentou: “Claro que não fiz isto sozinha, muito pelo contrário. Tive que motivar uma equipa durante estes anos todos, temos estratégias muito interessantes para mudar o país e, portanto, este é um reconhecimento que me deixa extremamente feliz e acho que a minha equipa também vai gostar muito porque isto é para mim e é para eles”.

António Pereira foi o vencedor na categoria PMEs e é IT Head Manager na Primavera BSS desde 1999, sendo responsável pela TI e por todos os sistemas informáticos que apoiam as empresas do grupo e é, também, um contribuidor chave na formulação de objetivos estratégicos da empresa. António Pereira iniciou a sua atividade profissional na Universidade do Minho no desenvolvimento de software e na administração de sistemas para projetos de eLearning. No início de 2017, o especialista foi nomeado Encarregado da Proteção de Dados (DPO) e tem conduzido o projeto de conformidade com o RGPD na Primavera BSS, indicou a CIONET.

“É um prémio importante, mas acima de tudo para a equipa. Este não é um trabalho individual; é fruto de uma equipa de luxo, de uma administração que apoia financeiramente todos os projetos, todas as ideias que são propostas e acima de tudo de uma empresa que é inovadora nas suas práticas e nos seus processos”, referiu António Pereira.

O CIO do Ano, na categoria Corporate, é o CIO da Jerónimo Martins, Benedetto Conversano. Está na empresa portuguesa desde 2015 e é, também, Motivational Speaker na London Speaker Bureau. Antes de entrar para a Jerónimo Martins, teve várias posições no Ikea e na Procter & Gamble.

Benedetto Conversano referiu: “Quando aceitei este trabalho, há três anos, os comentários que recebi da minha rede e dos meus conselheiros era de que aceitar um trabalho em tecnologia num retalhista de alimentação era verdadeiramente o lugar errado para estar”, e acrescentou: “Para mim, este prémio, que, claro, é para mim e em especial para a minha equipa, é para mostrar que no mundo atual a disrupção acontece em qualquer lugar; não é onde estás que faz diferença, mas a tua atitude para atingir os objetivos”.

Rui Serapicos, Managing Partner da CIONET Portugal, afirmou, citado em comunicado, que as candidaturas que foram recebidas este ano são “de uma qualidade incrível e os vencedores destacaram-se num grupo já por si notável. O crescimento da iniciativa, que já é um marco entre os CIO”, e “orgulha toda a rede CIONET”.

Ana Neves, António Pereira e Benedetto Conversano vão agora representar Portugal na nomeação dos European CIO of the Year e “esperamos que pelo menos um deles possa trazer o galardão para o nosso país”, concluiu Rui Serapicos. Tal como já aconteceu em 2014 com Nuno Miller.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!