Consórcio regional ganha projeto de sistemas de energia do Horizonte 2020

Consórcio regional vai desenvolver projeto de sistemas de energia para Ilhas Inteligentes no valor de 2,447 milhões de euros. O projeto vai ser financiado diretamente pelo programa de investigação do Horizonte 2020.

0
16
Partilhas
Consórcio regional ganha projeto de sistemas de energia do Horizonte 2020
Consórcio regional ganha projeto de sistemas de energia do Horizonte 2020

O consórcio regional do projeto SMILE (SMart IsLand Energy systems) é constituído pela Associação Comercial e Industrial do Funchal (ACIF), Empresa de Eletricidade da Madeira (EEM), Madeira Interactive Technologies Institute (M-ITI) e pela startup PRSMA.

Para além da Madeira o projeto SMILE envolve ainda mais duas ilhas europeias, a Orkneys na Escócia e a Samsø na Dinamarca. Nestas ilhas vão ser demonstradas novas tecnologias de redes elétricas inteligentes que podem entrar no mercado a curto prazo.

Todo o consórcio do projeto SMILE envolve 19 parceiros de 6 países e tem um orçamento global de 14 milhões de euros para os quatro anos do projeto.

As soluções tecnológicas em redes elétricas inteligentes envolvem, entre outras tecnologias, a integração de baterias, aquecimento, acumulação de energia hídrica, veículos elétricos, armazenamento de energia em barcos e tarifas dinâmicas.

Na Madeira o projeto piloto terá ênfase particular na integração de microprodução de energia elétrica, mas as tecnologias serão aplicadas em pilotos reais nas três ilhas, antecipando o seu impacto e entrada no mercado através do envolvimento direto dos cidadãos.

Na Madeira a liderança científica fica a cargo do M-ITI que será responsável pela análise dos dados gerados a partir de inovadores contadores inteligentes (smart-meters), bem como das reações dos utilizadores.

A tecnologia de contagem de energia será fornecida pela empresa PRSMA, startup do M-ITI, empresa que recebeu recentemente um financiamento do Instrumento PME do Horizonte 2020, e esteve presente no Web Summit.

A EEM fica responsável pela integração das tecnologias na rede elétrica, bem como todo o apoio técnico relacionado com as tecnologias de gestão da rede. Por outro lado a ACIF fica responsável pela agregação da informação produzida a nível regional bem como pelo impacto no setor empresarial.

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

wpDiscuz