Construtora ‘Casais’ pretende recrutar jovens engenheiros e arquitetos

Grande empresa de construção e engenharia, o Grupo Casais, pretende recrutar jovens nas áreas de Engenharia Civil, Mecânica e Arquitetura. A empresa quer identificar, captar e reter jovens talentos para uma construção mais eficiente e sustentável.

0
Construtora ‘Casais’ pretende recrutar jovens engenheiros e arquitetos
Construtora ‘Casais’ pretende recrutar jovens engenheiros e arquitetos. António Carlos Rodrigues, CEO da Casais Engenharia e Construção. Foto: DR

O Grupo Casais, empresa de construção e engenharia, tem em curso uma nova edição do programa Arte e Engenho com o objetivo de captar e reter jovens talentos nas áreas de Engenharia Civil, Engenharia Mecânica e Arquitetura. Até agora as edições anteriores do programa contribuíram para a carreira de 40 dos 43 técnicos que desde 2007 iniciaram estágio na empresa, correspondendo a uma taxa de empregabilidade de 93%.

Os jovens engenheiros e arquitetos podem candidatar-se à décima edição até 5 de julho, através do website da construtora. Os selecionados podem usufruir de um estágio remunerado de nove meses que, lhes proporcionará experiência em diferentes empresas do grupo a nível nacional, e a integração durante um período de três meses num dos mercados internacionais onde opere o Grupo Casais.

Programa Arte e Engenho é um sucesso

Dos 40 profissionais, recrutados pelo Grupo Casais nas edições anteriores, passados cinco anos, a maioria desempenha funções de responsabilidade na atividade nacional e internacional da empresa. Nesta edição de 2018 o número de jovens a selecionar é de oito a 12.

Esta nova edição do programa Arte e Engenho é a primeira que envolve para além da engenharia civil a engenharia mecânica e a arquitetura. Esta extensão a novas áreas deve-se “ao princípio de que a evolução na construção resulta de um trabalho colaborativo entre várias disciplinas.”

O objetivo principal do programa é “identificar jovens talentos, integrar, formar e desenvolver as suas competências, com o objetivo de desenhar a sua carreira profissional no seio do Grupo”, pelo que ao longo do programa, “os estagiários terão a oportunidade de conhecer o ciclo construtivo de uma empreitada, assim como as diferentes áreas de engenharia num negócio vertical, a nível nacional e internacional.”

Benefícios para os jovens selecionados

O Grupo Casais propicia aos jovens a “possibilidade de integrar as diferentes equipas e empresas do Grupo, acompanhando todas as fases da obra, desde o processo comercial até às subempreitadas integrais e compras, passando ainda pelos departamentos técnico, de planeamento e de controlo de custos, de produção e de pós-venda”, e em “complemento, é transmitida a cultura de segurança e de sustentabilidade ambiental que tem de estar por trás de cada obra atualmente.”

António Carlos Rodrigues, CEO da Casais Engenharia e Construção, referiu, citado em comunicado, que este “é um programa para os esforçados, os curiosos, os determinados, com um sentido de alto compromisso, que acham que conseguem contribuir para a transformação de ideias e sonhos em edifícios sólidos, eficientes e sustentáveis.”

O responsável da empresa acrescentou que “a promessa do Grupo é de muito trabalho em troca de vasto conhecimento e exposição ao mundo da construção” por isso, “para os escolhidos abre-se a porta à possibilidade de um dia ficar associado à construção de edifícios como a Sede da NATO em Bruxelas ou um Estádio do Campeonato Europeu de Futebol, e o reconhecimento por ter deixado a sua marca na construção do hospital ou da escola que contribui para o progresso da sociedade.”

O Grupo Casais tem uma forte presença internacional, com cerca de 60% da atividade a ser gerada em 15 países que inclui a Alemanha, Angola, Argélia, Bélgica, Brasil, Emirados Árabes Unidos, Espanha, EUA, França, Gibraltar, Holanda, Marrocos, Moçambique, Qatar e Reino Unido.

A empresa Casais, tal como outras empresas do setor que conseguiram sobreviver à prolongada crise “têm uma forte componente internacional, pelo que esta assume uma importância fulcral para quem quer desenvolver carreira nesta área. Assim, o programa Arte e Engenho inclui um curto período (até três meses) de experiência num outro país para dar ao trainee a oportunidade conhecer novas realidades funcionais, culturais e dinâmicas inerentes ao mercado.”

Os estagiários vão dispor “de um tutor que tem como função orientá-los e acompanhá-los durante o seu percurso numa organização com 60 anos de atividade, de experiência e de contributo para a construção de edifícios e infraestruturas que proporcionam melhores condições de vida a todos os utilizadores.”

Requisitos dos candidatos

Os candidatos devem ser recém-formados com mestrado integrado em Engenharia Civil, Engenharia Mecânica ou Arquitetura, ter vontade de aprender e evoluir, espírito de excelência e inovação, bons conhecimentos de Inglês e/ou Francês, conhecimentos de outros idiomas, e disponibilidade para projeto internacional a médio prazo.

Grupo Casais e o sucesso internacional

Grupo Casais é atualmente uma grande empresa portuguesa com cerca de 3.500 colaboradores em vários mercados. Em 2017 teve um volume de negócios agregado de 355 milhões de euros.

A empresa de construção e engenharia aposta “numa política de criação de conhecimento”, tendo fornecido “no ano passado 40.171 horas de formação”. A internacionalização da empresa coloca-a “num contexto de maior mobilidade”, e por isso, “apostamos na construção de conhecimento” indicou António Carlos Rodrigues, e “para isso, desenvolvemos uma estratégia para as pessoas”, tornando a Casais “uma empresa que constrói carreiras.”

Sede do Porto de Antuérpia, uma obra do Grupo Casais
Sede do Porto de Antuérpia, uma obra do Grupo Casais. Foto: DR
Obra em Marakeche
Obra em Marakeche, Grupo Casais. Foto: DR
Estádio Municipal de Braga, Obra do Grupo Casais
Estádio Municipal de Braga, Obra do Grupo Casais. Foto: DR
o Laboratório Ibérico Internacional de Nanotecnologia (INL), em Braga
o Laboratório Ibérico Internacional de Nanotecnologia (INL), em Braga. Foto: DR
Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!