Decode, empresa com conceito inovador e oferta disruptiva

A empresa Decode, com conceitos inovadores de organização e de oferta de serviços, promove o work-life balance, aposta no hot seat & clean desk, trabalho remoto e desenvolvimento contínuo do seu capital humano.

0
Decode, empresa com conceito inovador e oferta disruptiva
Decode, empresa com conceito inovador e oferta disruptiva. João Reis Fernandes, Diretor Executivo da Decode. Foto: DR

A empresa Decode surge preparada para desenvolver um futuro mais móvel, aberto e eficiente para empresas e talentos. Ao descodificar as necessidades do mercado, a empresa promove a inovação e tecnologia dos negócios ligados à transformação digital, com colaboradores mais experientes a custos competitivos.

A empresa responde a profissionais que procuram desafios técnicos estimulantes e ambientes de trabalho descentralizados, que respeitem o work-life balance e promovam o seu desenvolvimento profissional.

A Decode inicia a atividade com uma equipa experiente, e procura abordar o mercado com uma oferta disruptiva e um posicionamento inovador. Realiza um investimento em capital humano mais experiente, formando equipas para assumirem os projetos de A a Z ou que se posicionem a nível de team extension das áreas técnicas dos parceiros, com o intuito de promover a elasticidade e sua evolução contínua.

Ao mesmo tempo, a Decode partilha com os clientes os custos fixos, de escritório, de licenciamento, de material, etc, mantendo preferencialmente a equipa no seu próprio espaço ou em ambiente misto. Do lado técnico, a aposta será feita preferencialmente em tecnologia robusta, aberta e a preços competitivos. Os eixos propostos são três: Factory (Web&Mobile Development, BI & Big Data Analytics e Digital Experiences); Innovation (Artisans Academy e Special-Ops Academy) e Education (Person Vue Center).

O carácter disruptivo da Decode verifica-se também na gestão de talentos, particularmente nas suas competências e necessidades. Seguindo a ambição das novas gerações e a evolução natural do mercado de trabalho, favorece a execução de trabalho em regime flexível e descentralizado.

O colaborador pode realizar o trabalho na sede, onde se pratica o modelo de hot seat & clean desk, no espaço do cliente (se este o desejar) ou remotamente. Desta forma, promove-se o work-life balance, estimula-se a motivação e a produtividade.

A aposta no crescimento de know-how dos “Decoders” é realizada através de formações gratuitas de foro técnico e de soft skills. Os colaboradores têm também acesso também a um Centro de Exames autorizado Person Vue, onde podem obter a sua certificação em tecnologias como Microsoft, Oracle, AWS, Python, entre outras.

A pensar na criação de projetos inovadores, potenciando de forma paralela a inserção de talentos juniores no mundo do trabalho, bem como realinhamentos tecnológicos, são realizadas as Artisans Academy e Special-Ops Academy.

João Reis Fernandes, Diretor Executivo da Decode, esclareceu: “Procuramos retirar o melhor de dois mundos distintos e posicionamo-nos como um híbrido entre uma consultora e uma software house. Desta forma, acompanhamos o mercado atual, pautado pela competitividade e exigência, com uma postura ágil e inovadora. Mais do que uma empresa, queremos ser uma Marca com a qual as pessoas se identifiquem, com uma identidade e cultura fortes, bem patentes no nosso manifesto. A qualidade tecnológica que entregamos é essencial e o nosso crescimento é sustentado mantendo o foco na equipa e um grau elevado de exigência”.

A Decode está sediada nas Torres de Lisboa, Rua Tomás da Fonseca, Torre G, 7º C, com um espaço de amplas valências e a capacidade para receber mais de 50 colaboradores. É a mais recente marca do grupo internacional HIQ Consulting, que tem mais de 5 mil colaboradores em 10 países europeus a desenvolver a inovação de negócios e empresas de ação global.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!