Desfile da Máscara Ibérica em Lisboa reúne grupos de seis países

Festival Internacional da Máscara Ibérica decorre de 16 a 19 de maio, em Belém, Lisboa, e envolve diversas iniciativas que inclui como ponto alto o desfile da Máscara Ibérica, no dia 18. Mostra das regiões e concertos são outras das atrações.

0
Desfile da Máscara Ibérica em Lisboa reúne grupos de seis países
Desfile da Máscara Ibérica em Lisboa reúne grupos de seis países. Foto: © Rosa Pinto

O Desfile da Máscara Ibérica, que se insere no Festival Internacional da Máscara Ibérica, vai já na 14ª edição e decorre no Jardim da Praça do Império, em Belém, Lisboa, no dia 18 de maio. Um desfile que ano após ano, surpreende e encanta a população que ocorre ao evento.

O Festival Internacional da Máscara Ibérica reúne 45 grupos de mascaras e mais de 650 participantes. Para além dos grupos de Portugal e Espanha há também grupos da Colômbia, Hungria, Itália e de Macau. Mas o festival que decorre de 16 a 19 de maio possui também animação de rua, workshops, debates, concertos, mostra das regiões e concurso de fotografia.

De entre os vários grupos lembramos o caso do grupo “O Velho e a Galdrapa de São Pedro da Silva, Miranda do Douro. Neste caso a mostra refere-se a “uma das poucas festividades religiosas ainda cumpridas no norte da Europa, protagonizada por um velho, com óculos e crucifixo de cortiça. A Galdrapa, que veste roupa de mulher, vai roubando chouriças pelas casas e bate nas cabeças das pessoas com bexigas de porco”.

Ou “Jarramplas, Cáceres” em que “as Jarramplas trocam o arremesso do tomate, famoso noutras partes do país, pelo do nabo e foram elevadas a Festas de Interesse Nacional em Espanha. O alvo é um mascarado, que representa um ladrão de gado à mercê da justiça da população”.

Os grupos a desfilar são:

Portugal

■ Urro das Marés
■ Entrudo Lagarteiro de Vilar do Amargo, Figueira de Castelo Rodrigo
■ Caretos de Grijó, Bragança
■ Caretos da Parada, Bragança
■ Máscaros de Vila Boa, Vinhais, Bragança
■ Cardadores de Vale de Ílhavo, Ílhavo
■ Caretos de Podence, Macedo de Cavaleiros
■ Caretos da Lagoa, Mira
■ O Velho e a Galdrapa de São Pedro da Silva, Miranda do Douro
■ Farandulo de Tó, Mogadouro
■ Velho de Vale de Porco, Mogadouro
■ Chocalheiro de Bemposta, Mogadouro
■ Festa dos Velhos de Bruçó, Mogadouro
■ Careto e Velho de Valverde, Mogadouro
■ Entrudo das Aldeias do Xisto de Góis, Coimbra

Espanha

■ Asociación Fieles Jesús Caído del Paso y María Santísima de la Amargura, Andaluzia
■ Los Sidros y la Comedia de Valdesoto, Astúrias
■ Mazcaritos D’Uviéu, Astúrias
■ Real Banda de Gaitas de Oviedo, Astúrias
■ Mazcaraos de Rozaes, Astúrias
■ Banda de Gaites de Villaviciosa – El Gaiteiro, Astúrias
■ Carnaval Hurdano, Azaba, Cáceres
■ Las Carantoñas de San Sebastián, Acehúche, Cáceres
■ Jarramplas, Piornal, Cáceres
■ Carnaval de Cobres, Galiza
■ Entroido de Samede, Galiza
■ Las Pantallas de Xinzo de Limia, Galiza
■ Los Boteiros y Folión de Viana de Bolo, Galiza
■ Merdeiros de Vigo, Galiza
■ Los Toros y los Guirrios de Velilla de la Reina, León
■ Los Hombres de Musgo de Béjar, Salamanca
■ El Atenazador de San Vicente de la Cabeza, Zamora
■ El Carnaval del Toro Morales de Valverde, Zamora
■ La Filandorra de Ferreras de Arriba, Zamora
■ La Obisparra de Pobladura de Aliste, Zamora
■ Los Carnavales de Villanueva de Valrojo, Zamora
■ Los Diablos de Sarracín de Aliste, Zamora

Colômbia

■ Folclor Colombia
■ Selva Africana, Carnaval de Barranquilla

Hungria

■ Busós, Mohács

Itália

■Urthos e Buttudos, Sardenha

Macau

■Leões de Macau, Macau

O Festival Internacional da Máscara Ibérica é organizado pela Progestur (ADGTCP – Turismo e Cultura) em parceria com a EGEAC, Empresa de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural, Câmara Municipal de Lisboa e Fundação Inatel.

Desfile da Máscara Ibérica em Lisboa reúne grupos de seis países
Desfile da Máscara Ibérica em Lisboa reúne grupos de seis países
Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!