Detidas 11 pessoas por violação da cerca sanitária de Ovar após renovação do Estado de Emergência

GNR e PSP detiveram já 74 pessoas por incumprimento das regras do Estado de Emergência, após 3 de abril, incluindo 11 por violação da cerca sanitária de Ovar. Foram encerrados 248 estabelecimentos em todo o país por violação das normas estabelecidas.

0
Detidas 11 pessoas por violação da cerca sanitária de Ovar após renovação do Estado de Emergência
Detidas 11 pessoas por violação da cerca sanitária de Ovar após renovação do Estado de Emergência. Foto: © Rosa Pinto

A Guarda Nacional Republicana (GNR) e a Polícia de Segurança Pública (PSP) têm vindo a desenvolver uma intensa atividade de sensibilização, vigilância e fiscalização junto da população, no âmbito do Estado de Emergência, devido à pandemia de COVID-19.

O Ministério da Administração Interna (MAI) acaba de divulgar que desde 3 de abril e até hoje, às 17h00, “foram detidas 74 pessoas por crime de desobediência, das quais 21 por desobediência à obrigação de confinamento obrigatório, 32 por desobediência ao dever geral de recolhimento domiciliário, 9 por desobediência ao encerramento de estabelecimentos, 1 por resistência e 11 por violação da cerca sanitária de Ovar”.

O MAI indicou também que, no mesmo período, foram encerrados 248 estabelecimentos por incumprimento das normas estabelecidas.

No primeiro período de Estado de Emergência, que vigorou entre os dias 22 de março e 2 de abril, registaram-se 108 detenções por crime de desobediência e foram encerrados 1.708 estabelecimentos comerciais, lembrou o MAI.

O MAI reforçou ainda que, “perante a imperiosa necessidade de todos contribuírem para conter o contágio da COVID-19, insiste no cumprimento rigoroso das medidas impostas pelo Estado de Emergência”.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!