Dia Mundial da Doença Inflamatória do Intestino ilumina monumentos de roxo

Concerto no Largo do Intendente, em Lisboa, e diversos monumentos iluminados de roxo por todo o país assinalam, no dia 19 de maio, o Dia Mundial da Doença Inflamatória do Intestino. Iniciativas promovidas pela APDI.

0
Dia Mundial da Doença Inflamatória do Intestino ilumina monumentos de roxo
Dia Mundial da Doença Inflamatória do Intestino ilumina monumentos de roxo. Foto: © Rosa Pinto

Para assinalar o Dia Mundial da Doença Inflamatória do Intestino, dia 19 de maio, e sensibilizar a população para os problemas de mais de 20 mil portugueses que sofrem de doença de Crohn e de colite ulcerosa, a APDI – Associação Portuguesa da Doença Inflamatória do Intestino organiza no Largo do Intendente, em Lisboa, a partir das 15h00, com um concerto que conta com Nuno Rosário, cantor da banda Grovelanders; Pedro Fonseca, cantor do trio de soul, La Crême e ainda a banda Sugiru, que criou o hino da APDI, e a DJ Sara.

A iniciativa promete uma tarde de diversão, com a presença de bandas, artistas e DJ, e momento, também para receber informação sobre as patologias com a presença, no local, da equipa da APDI.

Para Ana Sampaio, presidente da APDI, “é fundamental alertar o público em geral para o que é viver com estas doenças. São doenças invisíveis, mas que pretendemos tonar visíveis à sociedade” e para isso desafia a população a adquirir mais informação sobre as doenças, e a fazer parte da Associação que este ano comemora 25 anos de existência.

Em 2019 a APDI desafiou também as Câmaras Municipais do país para que iluminassem os seus monumentos mais representativos de roxo, que é a cor das patologias. Assim, as Câmaras Municipais vão iluminar de roxo, na noite de 19 de maio, os seguintes monumentos:

Lisboa – Estatua de D. José I, no Terreiro do Paço;
Coimbra – Edifício da Câmara Municipal;
Braga – Arcadas;
Faro – Edifício dos Paços do Município;
Bragança – Castelo de Bragança;
Funchal – Edifício Principal da Câmara;
Ponta Delgada – Arcadas Nascente e Poente da emblemática Praça Gonçalo Velho Cabral;
Angra do Heroísmo – Edifício dos Paços do Concelho;
Leiria – Castelo de Leiria;
Viana do Castelo – Museu do Traje.

A Junta de Freguesia de Arroios, através da presidente Margarida Martins, aceitou de imediato a ideia da APDI da realização de um concerto de sensibilização para a saúde, contribuindo desta forma para combater a iliteracia em saúde da população.

A Doença Inflamatória do Intestino (DII) engloba duas patologias, que se manifestam frequentemente entre os 15 e os 30 anos mas podem surgir em qualquer idade, sobretudo a partir da primeira década de vida:

Doença de Crohn, que se caracteriza por uma inflamação crónica que pode afetar qualquer segmento do tubo digestivo, comprometendo, mais frequentemente, o intestino delgado no seu segmento terminal (íleo);

Colite Ulcerosa, doença crónica que afeta a camada interna (mucosa) que reveste o intestino grosso ou cólon, deixando-a inflamada e com pequenas feridas na superfície (úlceras) que podem sangrar.

A diarreia, dor abdominal, fadiga, febre, emagrecimento e sangue nas fezes são os sinais e sintomas mais frequentes destas patologias.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!