Diagnósticos NÃO COVID não podem esperar

Unilabs Portugal lança campanha de sensibilização sobre os efeitos nefastos para a saúde no atraso na realização de exames de diagnóstico NÃO COVID. Falta de diagnóstico ou o diagnóstico numa fase tardia pode fazer a diferença entre a vida e a morte.

0
Diagnósticos NÃO COVID não podem esperar
Diagnósticos NÃO COVID não podem esperar

A Unilabs lança campanha para sensibilizar os portugueses para a importância dos exames de diagnóstico NÃO COVID. Em 2020 houve cerca de 5 milhões de exames de diagnóstico NÃO COVID que ficaram por fazer, levando a muitos casos de diagnósticos tardios que podem trazer consequências nefastas para a saúde.

Em todas as doenças o diagnóstico precoce é importante para um tratamento adequado e em muitas doenças a falta de diagnóstico ou o diagnóstico numa fase tardia pode fazer a diferença entre a vida e a morte.

É tempo, mesmo quando ainda se manifesta a pandemia, cuidar da saúde que vai além da COVID-19, e por isso a campanha faz um alerta sério para os efeitos nefastos da pandemia colateral que precisam ser revertidos rapidamente.

Para Cristina Baldaque, diretora de Marketing da Unilabs Portugal, “Em 2020 e inicio 2021, vivemos uma pandemia, o que faz com que a principal preocupação de saúde seja a COVID-19. No entanto, o cuidado com a saúde, nas diferentes gerações, vai muito para além da COVID-19. A saúde deve ser vista de uma forma holística, o que passa por um diagnóstico e acompanhamento regular numa lógica de prevenção e bem-estar. Esta campanha chama a atenção para a necessidade de cuidarmos da nossa saúde, para que possamos continuar a usufruir dos melhores momentos da vida, os quais ganharam ainda maior relevância, nesta época Pós-COVID. Pela sua saúde, não adie mais os exames que o ajudam a cuidar de si.”

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!