‘Dias do Património a Norte’ viaja até à Basílica de Santo Cristo de Outeiro

Nos dias 27 e 28 de julho, a Basílica de Santo Cristo de Outeiro, é palco dos 'Dias do Património a Norte'. Dias de muitos encontros com património e com diversas artes. Visitas guiadas, descobertas, gastronomia, música e muito convívio.

0
‘Dias do Património a Norte’ viaja até à Basílica de Santo Cristo de Outeiro
‘Dias do Património a Norte’ viaja até à Basílica de Santo Cristo de Outeiro

Outeiro, em Bragança, enche-se da atividades nos dias 27 e 28 de julho, com os ‘Dias do Património a Norte’ na Basílica de Santo Cristo de Outeiro, uma Basílica dos finais do século XVII. Dias que vão proporcionam descobertas sobre um dos mais ricos patrimónios do norte do país mas também um encontro com a cultura e as gentes da região transmontana.

Para que nada falte a Câmara Municipal de Bragança assegura transfers entre Bragança e Outeiro, em diversos horários. Para almoçar e jantar, a Junta de Freguesia e a Comissão de Festas de Outeiro disponibilizam um serviço de snack-bar, com petiscos e bebidas.

O programa de atividades começa com uma Visita-Jogo para os mais novos, que lhes permite desvendar pistas até à descoberta de um “segredo guardados a sete chaves.” Para toda a família há uma peça de teatro de marionetas “A Floresta”, nascida da imaginação dos mais pequenos, e onde o respeito pela natureza, a partilha e a amizade são o mote da ação.

Estórias de pessoas e do monumento, uma ligação que faz a história, são contadas numa visita guiada por membros da comunidade. A meio da tarde, “com o mote no Património e Território, guia-se uma conversa que propõe uma reflexão acerca do impacto que as diversas alterações territoriais, a vários níveis, provocam nas populações.”

A valorização e preservação do património também diz respeito ao património imaterial, e para isso os ‘Dias do Património a Norte’ preparou um piquenique, “inspirado na tradição da pandorcada nas Festas de São Gonçalo e em que sabores da gastronomia regional, reinventados pelas mãos do chef Pedro Limão, serão partilhados e dados a provar.”

As vozes de duas comunidades musicais brigantinas, sob a orientação de Artur Carvalho e António Miguel, das Vozes da Rádio, vão-se fazer ouvir ao final da tarde num espetáculo único, e depois do jantar vai entoar a voz de Aldina Duarte, num concerto no interior da Basílica.

Programa

Dia 27 julho, sexta-feira

10h00 – Visita-Jogo à Basílica de Santo Cristo de Outeiro (reservado a grupos)

Conceção: Ondamarela, OOF Design e Artur Carvalho

Dinamização: Juliana Sá

“A Basílica guarda segredos que nunca foram desvendados. Visitá-la, conhecer a sua história e resolver os seus enigmas, revelam-se pistas cada vez mais interessantes e misteriosas, que nos levam a um surpreendente desfecho final.”

Dia 28 julho, sábado

10h30 – Visita-Jogo à Basílica de Santo Cristo de Outeiro

Conceção: Ondamarela, OOF Design e Artur Carvalho

Dinamização: Juliana Sá

Ponto de encontro: entrada da Basílica

11h30 – Teatro para famílias, “A Floresta”, Teatro e Marionetas de Mandrágora

Local: exterior da Basílica

“São as histórias escritas por crianças e que nos levam a olhar a natureza, as que têm mais valor. Foi através de uma dessas histórias que os elementos do Teatro e Marionetas de Mandrágora foram conduzidos a olhar a natureza e a observar como ela reclama a nossa atenção criticando a atuação poluidora e premiando a ação cuidada e atenta.

Os animais constroem uma festa feita com a natureza e os seus elementos naturais, depois de atravessarem tempos difíceis, homenageando a árvore como o elemento central da floresta.

São estes os valores que as crianças nos transmitem e são estes os verdadeiros valores, a amizade, o diálogo, a partilha e o respeito pela natureza.”

Possibilidade de almoço no snack-bar da Junta de Freguesia de Outeiro.

15h30 – Visita Guiada por membros da comunidade

Guias: Adriana Amaral e Isabel Dias Costa (DRCN), Alexandra Dias

Ponto de encontro: entrada da Basílica

“A história de um local não é apenas um conjunto de factos escritos ou estudados. Nesta visita cruzamos o conhecimento científico acerca da Basílica com um conjunto de outras dimensões, como as vivências da população que com ela privou ou os modos de vida de quem por aqui passou. Venha conhecer a Basílica e as suas estórias, numa visita guiada com pormenores únicos.”

16h30 – Conversas / O Património e o Território

Convidados: Álvaro Domingues e Helena Freitas

Local: exterior da Basílica

“A configuração dos territórios como hoje os conhecemos resulta da influência dos castelos, mosteiros, conventos e da fixação das populações ao longo dos tempos. A crescente urbanização das últimas décadas e as intervenções daí decorrentes trouxeram impactos territoriais marcantes, a vários níveis. O impacto mais imediato para o cidadão comum será o resultante do rasgar do território, alterando-o, abrindo “feridas” na paisagem e na relação afetiva que as populações construíram. Que políticas públicas e estratégias adotar no âmbito do território? O que urge fazer para enfrentar a complexidade e imprevisibilidade do mundo de hoje? Como dirimir a relação entre o permanente e o fugaz? “

18h00 – Piquenique / Pandorcada com Roscas e Sabores de Outeiro com o Chef Pedro Limão

Local: exterior da Basílica

“Monta-se um cenário no adro da Igreja, com fogo aberto, danças populares e gastronomia. A tradição da Pandorcada nas festas de São Gonçalo é assim reforçada com um novo momento anual de partilha entre os locais. Pedro Limão, Chef, será o responsável por reinterpretações da gastronomia regional, que terão lugar em formato de piquenique, com espaço para workshop, cozinha tradicional e contemporânea e utilização das matérias-primas locais para novas experiências gastronómicas.”

Esta iniciativa tem o apoio da ProChef.

19h00 – Concerto com grupos da Comunidade

Coordenação: Artur Carvalho e António Miguel

Participação: Coral Brigantino e Coro da Basílica Menor de Santo Cristo de Outeiro

Local: interior da Basílica

“Esta é uma nova criação, desenhada com comunidades musicais brigantinas e que tem como ponto de partida a exploração da voz e do espaço. Uma obra musical que reflete a identidade dos participantes, da sua música e da sua cultura, em relação com o Monumento que se pretende celebrar. Os artistas Artur Carvalho e António Miguel, das Vozes da Rádio, dirigem dois coros locais e com eles constroem um espetáculo único e irrepetível.”

Possibilidade de jantar no snack-bar da Junta de Freguesia de Outeiro.

21h30 – Concerto / Aldina Duarte

Local: interior da Basílica

“Quando a forma faz jus ao conteúdo, temos um disco escrito por Aldina Duarte – “Quando Se Ama Loucamente” – um elogio da paixão, que nasce da oferta de um tema inédito de Manuel Cruz (Ornatos Violeta) a Aldina. Um tributo à escritora Maria Gabriela Llansol e um encontro do fado com diversas artes: fotografia, grafismo, pintura e literatura, tendo como convidados especiais, Hélia Correia, João Barrento, Maria do Rosário Pedreira e Pedro Cabrita Reis.

Aldina Duarte transportará todo este Universo para a Basílica de Santo Cristo de Outeiro com a certeza de que estaremos diante de um espetáculo único.”

A Câmara Municipal de Bragança assegura transfers entre Bragança e Outeiro, nos seguintes horários:

09h45 – saída junto ao Balcão Único do Município de Bragança

12h30 – regresso de Outeiro para Bragança

14h45 – saída junto ao Balcão Único do Município de Bragança

19h45 – regresso de Outeiro para Bragança

20h45 – saída junto ao Balcão Único do Município de Bragança

23h00 – Regresso de Outeiro para Bragança

Apoios:

Câmara Municipal de Bragança

Junta de Freguesia de Outeiro

Comissão de Festas de Outeiro 2017/2018

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!