Direção-Geral das Artes vai apoiar 115 projetos com mais de 492 mil euros

São 115 os projetos que vão receber apoio da Direção-Geral das Artes, no montante total de 492 510,18 euros. Os projetos são nos domínios da circulação Nacional, Formação e Investigação.

0
Direção-Geral das Artes vai apoiar 115 projetos com mais de 492 mil euros
Direção-Geral das Artes vai apoiar 115 projetos com mais de 492 mil euros

A edição de 2020 do Programa de Apoio a Projetos – Procedimento Simplificado, nos domínios da circulação nacional, formação e investigação, vai apoiar 115 projetos, com um total de financiamento de 492 510,18 euros. Um valor que corresponde a uma taxa de execução de 97% do montante disponível.

O montante a atribuir por candidatura, que corresponde ao valor solicitado pela entidade, situa-se entre os 500 e os 5.000 euros. No total a verba disponível da Direção-Geral das Artes (DGARTES) para este programa teve um aumento de 166% face ao ano anterior.

Os 115 projetos foram selecionados de entre os 130 projetos das candidaturas abertas entre 1 e 16 de outubro de 2020. Um número muito superior ao 2019 que foi de 45 candidaturas admitidas.

A maioria dos projetos apoiados são nas áreas das artes performativas, com 70% do total, seguindo-se a área de cruzamento disciplinar com 17% e as artes visuais com 13%. A distribuição por área artística verifica-se o peso da Música e do Teatro, que representam 56% do total de projetos financiados.

Distribuição por número de projetos apoiados por área artística

Fonte: DGARTES, Plataforma de Gestão de Apoios às Artes.
Fonte: DGARTES, Plataforma de Gestão de Apoios às Artes.

Os projetos apoiados serão desenvolvidos em território nacional e internacional, entre 1 de janeiro e 31 de dezembro de 2021, sendo que em território internacional deverão circunscrever-se à participação em ações de formação, conferências ou eventos similares.

A DGARTES indicou que a linha de apoio tem como principais objetivos contribuir para a diversidade da oferta artística no território nacional, valorizar e qualificar os profissionais das artes e incentivar a pesquisa e a experimentação artísticas, como práticas inovadoras do desenvolvimento e do conhecimento.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!