Direção Regional de Cultura do Norte promove formação “Comunicação Acessível e Turismo Inclusivo”

“Comunicação Acessível e Turismo Inclusivo” é uma ação de formação promovida pela Direção Regional de Cultura do Norte. Com inscrições abertas até 15 de setembro, a formação vai decorrer em formato E-Learning entre 1 e 16 outubro.

0
Direção Regional de Cultura do Norte promove formação “Comunicação Acessível e Turismo Inclusivo”
Direção Regional de Cultura do Norte promove formação “Comunicação Acessível e Turismo Inclusivo”. Foto: © Rosa Pinto

A Direção Regional de Cultura do Norte (DRCN) promove a ação de formação “Comunicação Acessível e Turismo Inclusivo”, que se insere no âmbito do seu Plano Anual de Formação Contínua com uma série de ações de formação gratuitas, dirigidas não ao seu quadro técnico interno, mas também a profissionais ativos do público em geral.

A ação de formação “Comunicação Acessível e Turismo Inclusivo” tem inscrições abertas até 15 de setembro. A formação vai decorrer em formato E-Learning entre 1 e 16 outubro.

Esta iniciativa resulta de uma parceria estabelecida pela DRCN com o CEARTE – Centro de Formação Profissional para o Artesanato e Património, entidade responsável pela organização e certificação dos módulos formativos.

Em 2020, o Plano Anual de Formação Contínua da DRCN prevê ações nas áreas de Gestão (Código de Procedimento Administrativo), Atendimento ao Público (Interpretação do Património: ferramenta de comunicação efetiva para visitas guiadas), Comunicação (Comunicação acessível e Turismo Inclusivo) e Técnicas (Fotografia de Inventário), Área Comercial (Decoração de lojas) e Segurança (Primeiros socorros).

Ação de formação “Comunicação Acessível e Turismo Inclusivo”

Plano Curricular

■ A importância da comunicação acessível e do turismo inclusivo.

■ Aproximação à diversidade funcional.

■ Desenho de materiais acessíveis.

■ Apresentação de casos práticos com diversos meios e recursos acessíveis.

■ Prática de análise de materiais acessíveis escritos.

■ Avaliação e conclusões.

Duração: 01 a 16 de outubro 2020

Sessões síncronas: terças-feiras (11h00/13h00) exceto dia 1 de outubro (quinta-feira). Ministradas em sala virtual, com início à hora marcada e visionadas a partir da plataforma do CEARTE (My Cearte).

Sessões assíncronas: (trabalho autónomo, com datas a comunicar posteriormente).

Máximo de 20 formandos

Inscrições até 15 setembro

Formulário de inscrições

Recursos/equipamentos necessários: Computador com acesso à internet + webcam + microfone + headphone

Formadora: Isabel Fernández Domínguez

Consultora sénior perita em comunicação patrimonial integral, tem experiência de mais de 18 anos em projetos relacionados com a difusão e a Interpretação do Património, a Acessibilidade, o Turismo Sustentável, a Participação Social, o Uso Público em Áreas Protegidas, a Formação e a Educação Ambiental. Tem desenvolvido projetos em Portugal, Uruguai, México e Espanha.

Possui pós-graduação em “Interpretação Ambiental e do Património: comunicar, participar, desfrutar” da UOC (Universitat Oberta de Catalunya) e pós-graduação em Trabalho de Campo Etnográfico do CSIC (Conselho Superior de Investigações Científicas-Espanha). Possui formação em Metodologias de Participação aplicadas ao desenvolvimento e à gestão territorial, Acessibilidade em Museus e em Turismo Comunitário e de facilitação de grupos.

A especialista faz parte da equipa de orientação e professorado do CENEAM (Centro Nacional de Educação Ambiental), do Ministério para a Transição Ecológica de España, da formação dos Guias-intérpretes da Rede de Parques Nacionais em Espanha. É ainda Formadora de Formadores em Turismo Acessível e Engenheira Técnica da Floresta pela Universidade de Vigo (Espanha).

Durante 9 anos, Isabel Fernández Domínguez, foi Diretora de Projetos e Administradora na empresa Ambientarte, dedicada principalmente à comunicação patrimonial integrando critérios de acessibilidade. Foi também promotora do Projeto Educativo Europeu de Interpretação do Património, INTEPA, para o Organismo Autónomo Programas Educativos Europeus, com sócios de Letónia, Bulgária, Roménia, Turquia, Estónia e Espanha.

Isabel Fernández Domínguez trabalhou como consultora coordenando projetos e equipas a nível nacional e internacional, assim como a elaboração de propostas. Durante dois anos foi a responsável da ‘’Chefatura da Unidade Departamental de Educação Ambiental para o Desenvolvimento Sustentável’’ no México D.F., ‘’Delegação Tlalpan na Direção Geral de Ecologia e Desenvolvimento Sustentável’’. Trabalhou também durante mais de 5 anos como guia-intérprete no Parque Nacional das Ilhas Atlânticas da Galiza (Espanha).

A especialista conta com uma ampla experiência como formadora em cursos relacionados com a Interpretação do Património (técnicas de comunicação efetivas), visitas guiadas, Acessibilidade e Ecoturismo, em todo o estado espanhol, assim como em Portugal e no México.

É coautora e orientadora do primeiro curso básico online de Interpretação do Património em Espanha (atualmente na sua 22ª edição) e de um curso avançado da mesma temática, ambos com o CEIDA (Centro de Extensão Universitária e Divulgação Ambiental da Galiza) e com o aval da Associação para a Interpretação do Património (AIP).

É sócia e fez parte da Direção da AIP, com o cargo de Secretária e de Vice-presidente, respetivamente, durante o período 2013-2019. É membro do Seminário Permanente em Interpretação do Património natural e cultural do Centro Nacional de Educação Ambiental (CENEAM), dentro do Ministério para a Transição Ecológica de Espanha que reúne a uns 20 profissionais da disciplina.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!