“Em Busca do Museu Desconhecido” uma nova série na RTP 3

A partir de 11 de novembro tem início na RTP 3 a emissão de uma nova série documental “Em Busca do Museu Desconhecido”. As jornalistas Margarida Metello e Sofia Leite vão mostrar alguns dos museus menos conhecidos da Rede Portuguesa de Museus.

0
“Em Busca do Museu Desconhecido” uma nova série na RTP 3
“Em Busca do Museu Desconhecido” uma nova série na RTP 3. Foto: © Rosa Pinto

Em Busca do Museu Desconhecido” é a nova série da RTP que começa a ser emitida no dia 11 de novembro na RTP 3. A nova série documental da autoria das jornalistas Margarida Metello e Sofia Leite é uma parceria com a Direção-Geral do Património Cultural (DGPC) para dar a conhecer instituições integradas na Rede Portuguesa de Museus.

Nesta primeira temporada de “Em Busca do Museu Desconhecido”, com emissão semanal, vai mostrar 17 instituições das 156 que integram a Rede Portuguesa de Museus (RPM). Uma rede que agrega instituições museológicas com diferentes tutelas.

“Em Busca do Museu Desconhecido” vai percorrer o mosaico do património português que os museus representam, desde a Arqueologia, Artes Plásticas, Etnografia e História ao Património Industrial e Imaterial. Memórias de saberes e indústrias desaparecidas a descobrir do norte ao sul do Continente e nas Regiões Autónomas.

Esta parceria entre a DGPC e a RTP surge no mesmo ano em que é reativado o programa ProMuseus, que se destina a todas as entidades da RPM e concede financiamento através de concurso. Os objetivos são qualificar e preservar o património cultural, e melhorar a prestação de serviços ao público.

A DGPC, através do Departamento de Museus, Conservação e Credenciação (DMCC) e da Divisão de Museus e Credenciação (DMC) tem a missão da articulação e apoio à Rede Portuguesa de Museus, para a cooperação entre eles, incentivando a transversalidade de iniciativas e da comunicação e apoiando a formação, a informação / divulgação e a qualificação destes museus. A DGPC é ainda responsável pela credenciação de museus que pretendam vir a integrar a Rede.

As instituições da Rede Portuguesa de Museus que participam na primeira temporada desta série documental são:

Museu da Luz, na Aldeia da Luz, Évora;
Casa de Camilo, em Famalicão, Braga;
Museu de Lanifícios, na Covilhã, Castelo Branco;
Casa Colombo – Museu do Porto Santo, no Porto Santo, Madeira;
Museu da Música Portuguesa, em Cascais, Lisboa;
Museu de Tavira – Núcleo islâmico e Bairro Almóada, em Tavira, Faro;
Museu Fundação Cupertino de Miranda, em Famalicão, Braga;
Ecomuseu do Barroso – Montalegre e Boticas, Vila Real;
Casa do Arcano – Museu da Ribeira Grande, na Ribeira Grande, São Miguel, Açores;
Museu do Centro Hospitalar do Porto, no Porto;
Museu da Casa Grande, em Freixo de Numão, Guarda;
Museu Militar de Elvas, em Elvas, Portalegre;
Museu do Papel de Terras de Santa Maria, em Santa Maria da Feira, Aveiro;
Museu de Arte Sacra do Funchal, no Funchal, Madeira;
Museu de Arte Pré-histórica e do SagradoMuse no Vale do Tejo, em Mação, Santarém;
Museu Geológico, em Lisboa;
Espaço-Museu e Villa Romana do Rabaçal, no Rabaçal, Coimbra.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!