Empresa ITsector oferece 500 euros por filho a cada trabalhador

ITsector, uma empresa tecnológica, com sede no Porto, oferece 500 euros ao trabalhador por cada nascimento de um filho. Reter talentos com apoio à natalidade. Em Portugal trabalham 400 colaboradores e pretende, até ao final do ano, recrutar mais 100.

0
Empresa ITsector oferece 500 euros por filho a cada trabalhador
Empresa ITsector oferece 500 euros por filho a cada trabalhador. Foto: DR

A ITSector, tecnológica com sede no Porto e especialista no desenvolvimento de software para o setor financeiro, oferece 500 euros aos colaboradores pelo nascimento de cada filho. A medida de apoio à natalidade abrange mais de 400 colaboradores que a ITSector emprega em Portugal, que estão distribuídos pelos Centros de Tecnologias Avançadas que detém no Porto, Lisboa, Braga, Aveiro e Bragança. Esta iniciativa da empresa pretende demonstrar o ADN da sua cultura organizacional, reconhecendo a importância da família para o bem-estar dos colaboradores.

“Esta iniciativa é simplesmente o reflexo da nossa identidade. Somos uma grande empresa, que ainda valoriza o pormenor, a proximidade, a atenção e a família. É, no fundo, uma demonstração simples do quanto queremos promover o bem-estar e equilíbrio entre a vida pessoal e profissional, reconhecendo a importância desta dimensão na nossa vida e no nosso bem-estar”, afirmou Maria Inês Domingues, diretora de Recursos Humanos da ITSector.

A responsável da empresa indicou que “esta medida já beneficiou 56 colaboradores desde 2015, o que resultou num investimento de 28 mil euros por parte da ITSector nesta iniciativa de apoio à natalidade”.

Para além da medida direta de incentivo à natalidade, a política de recursos humanos da ITSector contempla várias outras medidas e incentivos aos colaboradores, sempre com o foco no objetivo de captar e reter os talentos profissionais dentro das portas da empresa.

Maria Inês Domingues sublinhou que “há muitos benefícios não diretamente relacionados com a componente salarial, que procuramos atribuir, por reconhecermos a sua importância para os nossos colaboradores. Procuramos oferecer alternativas que respeitem a individualidade, gostos e motivações dos colaboradores, como por exemplo o dia da família, dia do desporto, formação interna e externa, teambuildings, ações de cariz social, entre outros”.

Os benefícios são pensados e implementados numa estratégia global de retenção de talento pelo Departamento interno especializado – “People Development” – sob a responsabilidade de Gabriela Santos, RH Business Partner que acompanha a equipa de RH há mais de 4 anos.

“A estabilidade das equipas na área de TI é difícil de conseguir, mesmo na área de RH, pelo que considero que estamos a fazer um excelente trabalho e a nossa equipa é reflexo disso mesmo. Precisamos de sentir genuinamente esse bem-estar e felicidade, para podermos transmitir isto aos nossos atuais colaboradores e candidatos. Isto é algo que, na minha ótica, faz toda a diferença!” Observou Maria Inês Domingues.

Adicionalmente, todos os colaboradores da empresa têm acesso a um seguro de saúde, bem como condições especiais em ginásios, clínicas, farmácias, bancos ou agências de viagens.

“Existe ainda um incentivo monetário para quem referenciar amigos da área tecnológica para se juntar às nossas equipas. Desta forma, os próprios colaboradores assumem um papel de embaixadores da empresa, comunicando as oportunidades de carreira existentes na ITSector. Os nossos colaboradores têm de ser a nossa melhor publicidade”, acrescentou Maria Inês Domingues.

“Este conjunto de estratégias adotadas pela ITSector tem vindo a dar frutos muito positivos, facto que se comprova pela redução significativa do turnover da empresa, algo que contraria a tendência do mercado de TI em Portugal”, concluiu esta responsável.

Depois de ter “fechado” o último ano com um volume de negócios de 18 milhões de euros, o crescimento da carteira de encomendas registada pela ITSector no primeiro trimestre deste ano faz prever um aumento dos níveis de faturação anual para os 22 milhões de euros em 2019, aumentando ainda para 45% o volume de exportações, que em 2018 se situou na ordem dos 30%.

Com este crescimento da carteira de encomendas, a ITSector pretende, no decorrer deste ano, contratar mais 100 talentos, destinados a reforçar os centros de nearshore que tem em território nacional, mudando de instalações na cidade do Porto e Braga em breve e reforçando ainda as restantes geografias.

Fundada no Porto, em 2005, a ITSector dispõe ainda de escritórios na Polónia, Alemanha, Angola, Moçambique e no Quénia, ajudando à transformação digital de bancos e cooperativas de crédito em mais de 20 países.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!