Empresas de Coimbra vão à Web Summit reforçar internacionalização

Dez empresas do ecossistema do Instituto Pedro Nunes, em Coimbra, vão à Web Summit, em Lisboa, com o objetivo de aproveitar o grande evento de tecnologia e empreendedorismo, de nível europeu, para reforçar a internacionalização.

0
1
Partilhas
Empresas de Coimbra vão à Web Summit
Empresas de Coimbra vão à Web Summit. Foro: Rosa Pinto/arquivo

As empresas Feedzai, Intelligent Sensing Anywhere, MedicineOne, Noesis, Present Technologies, Stratio, Tangível, Virtual Power Solutions, TUU e Whitesmith, todas oriundas da incubadora e aceleradora de empresas do Instituto Pedro Nunes (IPN) de Coimbra, são estar na Web Summit, que se realiza de 6 a 9 de novembro, em Lisboa.

As dez empresas vão poder demonstrar na Web Summit a excelência de qualidade e capacidades do sistema instalado em Coimbra na criação de empresas altamente capacitadas, bem como reforçar a aposta na internacionalização. Na aceleradora e na Incubadora de Empresas do Instituto Pedro Nunes, as dez empresas já escalaram vários patamares e são conhecidas e reconhecidas internacionalmente.

Nuno Sebastião, CEO da Feedzai, é um dos oradores confirmados nos palcos “Future Societies” e “Growth Summit”, da Web Summit. A Feedzai recebeu recentemente a maior ronda de financiamento de sempre para uma startup portuguesa, num total de 50 milhões de dólares. A Feedzai é uma das empresas tecnológicas mais inovadoras da Europa. Uma empresa especializada no combate à fraude em transações eletrónicas.

TUU faz lançamento de software inovador de gestão de obras na Web Summit

A startup TUU desenvolveu um software de gestão de obras que permite acompanhar e otimizar a relação entre o dono da obra e todo o processo de construção. Este software, a aplicação Buildtoo, vai ter lançamento na Web Summit.

A Buildtoo é uma ferramenta que possibilita aos donos da obra concentrarem toda a informação, como sejam, orçamentos, fotos atualizadas do processo de construção, timeline do projeto, pedidos de pagamento, diário de obra, entre outros, num mesmo sítio, ao mesmo tempo que têm um acompanhamento em tempo real dos desvios de orçamento, prazos de entrega e muito mais.

A Stratio apresenta tecnologia espacial ao serviço da Terra

A Stratio vai subir ao “Growth Summit”, que a convite da Agência Espacial Europeia (ESA), vai poder apresentar algumas das empresas de mais rápido crescimento do mundo. Ricardo Margalho, CEO da empresa, vai partilhar o palco com Frank Salzberger, diretor do programa de transferência de tecnologia da ESA.

Esta startup já com escritórios em Silicon Valley e em Madrid aplica tecnologia do setor espacial em transportes terrestres para prever e antecipar a ocorrência de desgaste e de avarias graves, permitindo ações atempadas por parte das empresas de transportes e, consequentemente, uma redução dos custos de manutenção e de combustível e uma diminuição de emissão de gases poluentes.

De acordo com o IPN, as empresas Intelligent Sensing Anywhere, MedicineOne, Noesis, Present Technologies, Tangível, Virtual Power Solutions e Whitesmith, vão representar Coimbra na Web Summit com stands próprios para promover e divulgar a excelência das suas tecnologias.

IPN representa incubadora da Agência Espacial Europeia na Web Summit

A incubadora de empresas da Agência Espacial Europeia em Portugal (ESA BIC Portugal), que é coordenada pelo Instituto Pedro Nunes, marca presença na Web Summit com stand próprio para mostrar o que as empresas portuguesas têm feito no âmbito da transferência de tecnologia do Espaço para setores terrestres como saúde, energia, transportes, segurança e vida urbana.

O ESA BIC Portugal é um projeto estratégico e diferenciador para o desenvolvimento da Região enquadrado no projeto financiado pelo Centro 2020, Portugal 2020 e União Europeia, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional “SIAC ESA BIC”.

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

wpDiscuz