Ensemble Aga Khan e músicos imigrantes em Lisboa, um encontro na CML

Iniciativa da Câmara Municipal de Lisboa (CML) em colaboração com a Rede Aga Khan junta, dia 24, às 17h30, Ensemble Aga Khan e músicos imigrantes a viver em Lisboa. Um encontro que define as novas rotas do interculturalismo.

0
1
Partilhas
Câmara Municipal de Lisboa
Câmara Municipal de Lisboa. Foto: Rosa Pinto

As rotas de comércio transeuroasiáticas, conhecidas como Rota da Seda, não serviam apenas de canal para trocas comerciais, mas fomentavam também um intercâmbio cultural que incluía música, músicos e instrumentos musicais. Um diálogo inclusivo e feito numa linguagem aberta a todos, que punha deste modo pessoas de diferentes proveniências em contacto. Esta a fonte de inspiração para o Ensemble Aga Khan.

Este ensemble integra os mais talentosos intérpretes do programa Aga Khan Music Initiative, que trabalha com músicos de onze países da Ásia, África e Médio Oriente e celebra a diversidade cultural e o diálogo entre culturas e civilizações através das linguagens da arte. Auxiliando também as comunidades locais a desenvolver o seu património musical sob formas contemporâneas.

Depois de uma apresentação em Serralves, no dia 20, outra na Assembleia da República, no dia 21 e hoje, dia 23, no Centro Ismaili, o agrupamento termina a sua estadia em Portugal com uma tertúlia que envolve músicos imigrantes radicados em Lisboa, dia 24, às 17h30, nos Paços do Concelho da Câmara Municipal.

No encontro, os intérpretes do conhecido ensemble vão tocar, em jeito de jam session, mas principalmente partilhar em conversa com os músicos presentes algumas experiências e formas de convivência multicultural, a partir da música tradicional dos diversos países e do impacto que este convívio pode assumir não só em termos artísticos, mas também em termos sociais na comunidade.

Esta iniciativa da Câmara Municipal de Lisboa, em colaboração com a Rede Aga Khan Para o Desenvolvimento, insere-se no esforço desenvolvido pelo Programa Municipal para a Integração de Imigrantes de Lisboa e da promoção da interculturalidade, no âmbito da Ação do Pelouro dos Direitos Socais.

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

wpDiscuz