Equipa do Município de Macedo de Cavaleiros auxilia população vulnerável

População mais vulnerável do concelho de Macedo de Cavaleiros com apoio psicológico e auxílio domiciliário. Uma equipa da Câmara Municipal vai tentar minimizar algumas das consequências da pandemia.

0
Equipa do Município de Macedo de Cavaleiros auxilia população vulnerável
Equipa do Município de Macedo de Cavaleiros auxilia população vulnerável. Foto: DR

A população do concelho de Macedo de Cavaleiros tem agora ao dispor apoio psicológico e auxílio domiciliário. Meios importantes em tempo de pandemia e de confinamento. As medidas lançadas pelo Município compreendem uma equipa multidisciplinar, composta por funcionários municipais, disponível 24 horas por dia, 7 dias por semana.

“É importante ter em mente que a pandemia de COVID-19 tem consequências que vão muito além da economia e que causam danos imensuráveis na população, sobretudo nos grupos mais vulneráveis”, salientou o presidente da Câmara Municipal, Benjamim Rodrigues.

A equipa de apoio à população tem valências no apoio psicológico e social de âmbito domiciliário e comunitário. Um apoio essencialmente direcionado para as pessoas, famílias e grupos mais vulneráveis em situação de maior risco, dependência física e funcional ou doença que requeiram acompanhamento, entrega de bens de primeira necessidade e medicamentos.

A Câmara de Macedo de Cavaleiros disponibiliza também linha de apoio, através do número de telefone, 800 916 529, com o objetivo de ajudar a gerir ou normalizar as emoções e as reações das pessoas, procurando minimizar sentimentos de ansiedade e a tristeza.

“Por força do combate à COVID-19, nos últimos dez meses tivemos de modificar o nosso comportamento e convivência em sociedade. E isso tem consequências para todos, nomeadamente a nível psicológico”, recordou Benjamim Rodrigues.

Para o autarca as consequências da atual situação pandémica são ainda mais gravosas nas camadas mais frágeis da sociedade, “nomeadamente nos idosos que, por norma, já viviam numa situação de isolamento que tem vindo a agravar-se com a obrigatoriedade de confinamento”.

“A manutenção desta linha constitui um importante apoio para todos os que, a um dado momento, se possam sentir mais desmotivados e que não devem hesitar em recorrer à Linha de Apoio Psicológico”, concluiu o presidente da autarquia.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!