Erasmus+ leva mais de 1500 estudantes da Universidade do Porto ao estrangeiro

Mais de 1500 estudantes da Universidade do Porto prepara viagem para 49 países. Os estudantes vão em mobilidade académica para universidades de várias partes do mundo. Itália, Espanha e Polónia são os países mais selecionados pelos estudantes.

0
Universidade do Porto
Universidade do Porto. Foto: © Rosa Pinto

Estudantes da Universidade do Porto vão começar a viajar para estudar em universidades estrangeiras, ao abrigo do Erasmus+ e de outros programas de mobilidade académica promovidos pela Universidade do Porto. Um total de 1582 estudantes vão no ano letivo 2019/2020 estudar em universidades de 49 países de quatro continentes.

A Universidade do Porto organiza, dia 16 de julho, na Reitoria, Praça Gomes Teixeira, aos Clérigos, uma sessão de preparação e um almoço-convívio, sob o mote “Começa a aventura” com os estudantes que partem para os programas de mobilidade académica.

A Itália, Espanha, Polónia, Brasil e República Checa constituem são os cinco países de topo da lista de países escolhidos pelos estudantes da Universidade do Porto, mas a China, Coreia do Sul, Dinamarca, Islândia, México e Peru são outros dos destinos escolhidos pelos alunos de licenciatura, mestrado ou doutoramento para um período de mobilidade internacional durante um semestre ou o ano letivo completo.

Quando ainda não é conhecido o número total de alunos que partem em mobilidade académica, a Universidade do Porto volta a ultrapassar o recorde do número de estudantes selecionados para estudar em universidades de todo o mundo.

Mas a Universidade do Porto é também um grande centro de acolhimento recebendo, este ano letivo, com perto de 6000 estudantes internacionais, e inclui estudantes que que realizam o curso completo e os que escolhem a Universidade para um período de mobilidade académica.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!