Escola Ruiz Costa, em Matosinhos, comemora 30 anos

Mais de 5 mil alunos formados, 70% de empregabilidade dos cursos e formação especializada em ambientes Cisco e Microsoft tornam a comemoração dos 30 anos da Escola Profissional Ruiz Costa, em Matosinhos, um marco de sucesso.

0
Escola Ruiz Costa, em Matosinhos, comemora 30 anos
Escola Ruiz Costa, em Matosinhos, comemora 30 anos. Foto: TVEuropa/arquivo

Ao longo das últimas três décadas, que agora comemora, a Escola Ruiz Costa (ERC), em Matosinhos, já formou mais de 5 mil alunos. Uma formação profissional nas áreas da informática, novas tecnologias e criatividade com o objetivo de dar resposta às necessidades do mercado de trabalho e tecido empresarial local.

A empregabilidade dos formandos é 70%, com a ERC a formar cerca de 200 jovens, por ano para o exercício de uma atividade profissional qualificada e orientada para a uma indústria em crescimento.

Os alunos da ERC têm vindo a seguir diversas carreiras profissionais mas também “deram seguimento aos seus estudos através do acesso ao Ensino Superior” e que estão integrados em empresas desenvolvendo a sua atividade com base nos conhecimentos e nas competências adquiridos ao longo do curso,“ referiu Dulce Sousa, da Direção da Escola Ruiz Costa, citada em comunicado.

Na ERC os alunos aprendem uma profissão que lhes permite mais facilmente entrar no mercado de trabalho, mas também têm a possibilidade de prosseguir os estudos para o ensino superior, com a vantagem de cedo poderem compreender as normas e os valores das organizações onde posteriormente irão trabalhar, adquirir um conhecimento sobre o mercado, e acesso a uma formação em contexto de trabalho (estágios profissionais). A ERC desenvolve ainda um acompanhamento diferenciado de acordo com as necessidades de cada aluno.

Programa Erasmus+

Durante e após o percurso formativo os alunos da ERC têm a possibilidade de realizar estágios internacionais ao abrigo do Programa Erasmus+, um fator diferenciador que lhes possibilita viverem uma experiência no estrangeiro, por forma a conhecerem novas metodologias de trabalho, enriquecer o currículo, ter acesso a novas tecnologias ou a tecnologia específica para o curso, processos de organização e de gestão inovadores em empresas e entidades de referência nas diversas áreas de atividade. Mas a ERC vai ainda mais longe ao privilegiar as experiências internacionais, e por isso criar condições para que todos os alunos façam uma visita internacional ao longo dos 3 anos de curso.

Para proporcionar aos alunos, estágios e formação prática em contexto de trabalho realmente adequados à área tecnológica específica, a Escola Ruiz Costa possuiu várias parcerias e protocolos de colaboração com empresas e instituições,

Parcerias Cisco e Microsoft

Escola recebeu o estatuto de Cisco Networking Academy (NetAcad) o que possibilita aos alunos dos cursos de informática a obtenção de competências técnicas adicionais. “Com este estatuto, a Ruiz Costa reforça as suas competências técnicas numa área fortemente especializada e requisitada pelo mercado de trabalho, oferecendo aos seus alunos o acesso ao currículo de formação Cisco e a possibilidade de obtenção da sua certificação CCNA, o que constitui um fator de diferenciação do aluno, tendo em conta o elevado reconhecimento e procura de mercado por parte das empresas empregadoras deste perfil”, referiu Dulce Sousa.

Uma parceria com a Microsoft permitiu à Escola Ruiz Costa reforçar a oferta formativa em Tecnologias de Informação (TI) dando a possibilidade dos alunos se tornarem um Microsoft Certified Professional ao iniciarem na Escola o percurso de certificação no programa Microsoft Imagine Academy.

A certificação Microsoft Technology Associate (MTA) apresenta diversas vantagens para os alunos, possuindo elevado reconhecimento no sector das TI, e comprovando as competências profissionais de elevado nível que irão facilitar o recrutamento pelas entidades empregadoras e a entrada no mercado de trabalho destes jovens.

A ERC possui ainda os Núcleos de Competências que são coordenados por Professores da Escola e constituídos por um número alargado alunos. O objetivo é que estes futuros profissionais fortaleçam os conhecimentos técnicos adquiridos em contexto de sala de aula e os apliquem na concretização de projetos de âmbito prático através da simulação de situações reais, facilitando deste modo a sua integração no mercado de trabalho, enquanto técnicos de prestígio nas respetivas áreas de formação.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!