Estátua de D. Nuno Alvares Pereira inaugurada no Restelo

Presidente da República inaugurou estátua de D. Nuno Álvares Pereira, em Lisboa. Uma obra do escultor Augusto Cid, e que foi possível devido à manifestação da população no orçamento participativo da Câmara Municipal de Lisboa.

0
8
Partilhas
Estátua de D. Nuno Alvares Pereira inaugurada no Restelo
Estátua de D. Nuno Alvares Pereira inaugurada no Restelo. Foto: Rosa Pinto

D. Nuno Álvares Pereira, o Santo Condestável, possui agora estátua no Restelo, em Lisboa. A estátua foi inaugurada pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa. Na cerimónia esteve também o Cardeal Patriarca de Lisboa, D. Manuel Clemente, que procedeu à bênção, O Presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, bem como diversos chefes militares e D. Duarte Pio de Bragança e Dona Isabel de Herédia, entre muitas outras personalidades.

Na inauguração, Marcelo Rebelo de Sousa, referiu que agora “Lisboa acolhe para sempre a imagem de quem foi decisivo na nossa história como Estado independente no contexto das nações”.

A estátua da autoria do escultor Augusto Cid é o resultado da iniciativa da Câmara Municipal de Lisboa, no âmbito do orçamento participativo de 2013. A estátua é uma homenagem “tardia” ao Santo Condestável, D. Nuno Álvares Pereira, referiu o Presidente da República, e acrescentou que a sua primeira palavra é “para agradecer a todos quantos, com o seu voto escrupulosamente respeitado pelo município, pelo seu contributo de há meio século” foi determinante para a realização da obra.

Marcelo Rebelo de Sousa traçou uma síntese do perfil do Santo Condestável referindo que D. Nuno Álvares Pereira, “como comandante militar, garantiu a preservação da nossa independência”, e que teve “o desprendimento total ou a ambição suprema de se despojar dos bens terrenos para se devotar aos mais humildes serviços dos outros, na caminhada que definiu para a eternidade”.

O Santo Condestável é um caso singular em que um chefe militar, e neste caso, herói de Portugal, e monge, passados séculos foi canonizado santo pela igreja católica, “um santo que é venerado”.

O Presidente referiu ainda que “as preces dos crentes e devotos de São Nuno, que são muitos, acompanhem Portugal em todos os instantes na sua incansável labuta pela independência nacional”, e que os portugueses recordem o exemplo “de patriota que fez uma pátria, e que a fez pelas armas e pela doação comunitária”.

Portugal só é verdadeiramente independente se essa independência chegar às pessoas, “se for uma independência com justiça social”, a pensar nas pessoas, que é para as pessoas que as pátrias se fazem.

A estátua D. Nuno Álvares Pereira encontra-se no Jardim Ducla Soares, frente à capela de São Jerónimo, e tendo a sul a avenida do Restelo, no alinhamento com a avenida Torre de Belém.

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

wpDiscuz