Estudantes do Politécnico de Leiria conquistam Prémio de design da ROCA

Concurso nacional ‘ROCA One Day Design Challenge’ foi ganho por equipa de três estudantes da Escola Superior de Artes e Design de Caldas da Rainha, do IPLeiria. O concurso consistiu num projeto de design de lavatório inovador, em apenas oito horas.

0
9
Partilhas
Estudantes da ESAD.CR/IPLeiria
Estudantes da ESAD.CR/IPLeiria ganham prémio de design da ROCA. Foto: DR

Estudantes da Escola Superior de Artes e Design de Caldas da Rainha (ESAD.CR) do Instituto Politécnico de Leiria (IPLeiria) acabam de vencer a primeira edição do concurso nacional de design express da ROCA, o ‘ROCA One Day Design Challenge.

Ao concurso da ROCA, em Portugal, concorreram 164 estudantes de arquitetura e design de todo o país. Os concorrentes tinham de reinventar um lavatório convencional, em oito horas, mas terem especial atenção a elementos como a funcionalidade, eficiência ou originalidade.

Os estudantes de 15 instituições de ensino, organizados em 57 grupos, competiram com projetos de design que foram avaliados por um júri, composto pelo arquiteto José Mateus, os designers João Bessa e Paulo Parra, pelo presidente da Associação Portuguesa de Designers, Nuno Sá Leal, e Xavier Torras, diretor de comunicação da Roca.

A equipa de André Silva, José Almeida e Pedro Costa, estudantes do 2.º ano da licenciatura em Design Industrial da ESAD.CR conquistaram o primeiro prémio do concurso com o projeto BASIN BALL, no valor de 1.500 euros.

O projeto BASIN BALL consiste num novo lavatório que possibilita não só lavar as mãos, mas também os pés, de um modo “atrativo e único”. O lavatório em forma de esfera, recebe a água de uma torneira exterior, colocada no topo, para a lavagem das mãos. Toda a água que corre sobre a esfera cai em cascata numa peça com um ralo, situada a uma cota inferior, possibilitando assim, adicionalmente, a lavagem de pés.

Projeto BASIN BALL dos estudantes do IPLeiria, 1º prémio.
Projeto BASIN BALL dos estudantes do IPLeiria, 1º prémio. DR

“O lavatório pode ainda funcionar como contentor, acionando uma válvula ‘click’ que revela o espaço dedicado e impede o fluxo da água”, indica o IPLeiria.

Com o projeto ADAPT, os estudantes Ruben Lourenço e Inês Margarida, da Faculdade de Arquitetura de Lisboa, e Bárbara Marques, estudante da Faculdade de Belas Artes de Lisboa conseguiram o segundo lugar no concurso, e com o projeto AQUA VITAE, os estudantes Mafalda Costa, da Conservation Practice, e Pedro Soares, do IADE, conquistaram o terceiro lugar.

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

wpDiscuz