Facebook e Twitter podem revelar utilizador com problema de álcool

Estudo mostra haver uma relação entre atividades dos utilizadores nas redes sociais e problemas com consumo de álcool.

0
Facebook e Twitter podem revelar utilizador com problema de álcool
Facebook e Twitter podem revelar utilizador com problema de álcool. Foto: DR

O recurso às redes sociais, Facebook e Twitter, está hoje altamente difundido entre os jovens adultos, mas pouco se conhece do impacto destas redes nos padrões de consumo e nos riscos relacionados com o álcool.

Até agora, as investigações disponíveis têm vindo a analisar o consumo de álcool em relação a comportamentos de risco e publicidade. Mas uma equipa de investigadores examinou, agora, as associações entre a atividade nas redes sociais e a relação com o consumo de álcool por jovens adultos.

No estudo os investigadores consideraram as atividades, nas redes sociais, como: colocar uma mensagem, um gosto, fazer um comentário e ver conteúdos relacionados com álcool, bem como os comportamentos dos jovens relacionados ao consumo de álcool.

Os investigadores examinaram o efeito de elementos comuns nos estudos já publicados, como: a plataforma de média social e elementos na média social, neste caso verificaram o número de fotos de álcool inseridas, entre outros dados.

O estudo da Sociedade de investigação em Alcoolismo, e já publicado na revista ‘Alcoholism: Clinical and Experimental Research’, permitiu verificar haver uma relação entre as atividades nas redes sociais e o consumo de álcool, e mesmo com um aumento de consumo de álcool. No entanto os investigadores consideram ser necessário mais estudos para determinar a relação causal dessas associações.

Mas dado que as redes sociais podem expor os adolescentes e jovens adultos ao conteúdo de álcool e marketing de álcool, e que essa exposição pode aumentar a probabilidade de consumo, os investigadores enfatizam a necessidade de intervenções baseadas nas redes sociais para reduzir o consumo e as consequências negativas associadas.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!