Famílias preveem gastar 1200 euros, em média, nas férias de verão

Estudo da plataforma web ‘tiendeo’ indica que 63% das famílias portuguesas vão de férias este ano e 42% o fazem em agosto. O planeamento e reserva é feito por 66% com pelo menos 2 meses de antecedência, e a Internet é o meio escolhido.

0
1
Partilhas
Turistas em Lisboa
Turistas em Lisboa. Foto: DR

A plataforma web ‘tiendeo.pt’ indica que, de acordo com o seu mais recente estudo sobre comportamentos, preferências e intenções de compra dos consumidores portugueses durante as férias de verão, “63% das famílias portuguesas planeiam ir de férias durante os meses de verão”.

Mês de férias

O mês de agosto é tradicionalmente o mês de férias de verão por excelência para a maioria dos europeus. Esta tradição é confirmada pelo inquérito ‘tiendeo’, com 42% dos inquiridos a indicarem o mês de agosto, seguido de julho, setembro e junho.

A escolha do mês de férias é justificada pelos inquiridos por ser a única altura do ano que conseguem tirar férias no trabalho.

Destinos de férias, duração e custos

Quanto aos destinos, 8 em cada 10 portugueses indicam fazerem férias em Portugal, 13% refere que viaja para uma cidade europeia e 5% opta por um destino intercontinental. “A preferência poderá dever-se, em grande medida, aos custos elevados que as famílias têm de comportar quando viajam para o estrangeiro comparados com o que gastam se fizerem férias em Portugal.”

De acordo com a plataforma ‘tiendeo’ a redução das despesas é a justificação para ficar no país, e também parece justificar viagens com uma duração por um período de tempo mais curto. O estudo aponta que 46% dos portugueses que viajam nas férias o fazem durante 7 a 10 dias, 34% durante 10 a 15 dias, 16% durante 15 dias e um mês e, “por último, os mais sortudos têm mais de um mês de férias.”

O estudo conclui que “os portugueses esperam gastar, em média, 1.195 euros” nas férias de verão. “Esta despesa reparte-se em diferentes áreas, incluindo alojamento, com 389 euros em média, transporte, com 206 euros, restaurantes com 174 euros, lazer com 120 euros, mercearias e supermercados com 169 euros e outras compras.”

Planeamento das férias

No que diz respeito ao planeamento das férias, o estudo indica que 73% dos portugueses inquiridos referiu que planeia as férias antecipadamente, e 66% respondeu que faz as reservas com “uma antecedência superior a 2 meses antes da data da viagem, de forma a fazerem comparações e poderem encontrar os melhores preços.”

Para o planeamento e reservas o meio mais usado é o online. O estudo permitiu verificar que em pequenas compras, como comida, os consumidores preferem comparar preços e procurar as melhores oportunidades através dos smartphones, mas quando se trata de reservar algo mais significativo, como uma viagem, os portugueses preferem utilizar o computador.

O estudo permite constatar que “os portugueses dão importância ao orçamento disponível, procurando viajar para perto de casa durante um curto período de tempo. Da mesma forma, planeiam as férias com antecedência de forma a conseguir os melhores preços, uma vez que, em agosto, a procura é maior e, por ser época alta, os preços são mais elevados.”

No planeamento e reserva de férias a Internet é o recurso mais usado e “o online é o meio preferido dos consumidores tanto para planear as férias como para fazer reservas, uma tendência que continua a aumentar.”

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

wpDiscuz