Fantasporto recebe sete curtas-metragens da Universidade do Minho

Fantasporto conta com 43 filmes em competição na categoria “Melhor Escola de Cinema”. Nesta competição estão sete curtas-metragens de estudantes da Universidade do Minho. As exibições são dia 1 de março no Teatro Rivoli a partir das 16h00.

0
Fantasporto recebe sete curtas-metragens da Universidade do Minho
Fantasporto recebe sete curtas-metragens da Universidade do Minho. Foto: DR

O Fantasporto – Festival Internacional de Cinema do Porto tem na 38ª edição sete curtas-metragens de estudantes de Ciências de Comunicação da Universidade do Minho (UMinho). O Fantasporto inicia as competições na sexta-feira, 22 de fevereiro. As peliculas dos estudantes da UMinho, que concorrem ao “Prémio Cinema Português – Melhor Escola de Cinema”, são exibidas dia 1 de março, pelas 16h00, no Teatro Rivoli.

Os filmes da UMinho a competir são:

O Som dos Sineiros“, de Vanessa Cortez e Isabella Masiero;

“[Awaken]”, de Cristiano Maciel, Diogo Bastos, Joana Soares e Rita Almeida;

Mergulho no Cávado“, de Ana Maria Dinis, Filipa Castro Gomes, Inês Lopes e Mónica Sampaio;

Castigo da Idade“, de Cátia Moura, Lara Varanda, Mariana Duarte, Sara Cunha e Vanda Elias;

Shinigami“, de Diana Alves, Inês Paredes, Márcia Fernandes, Marta Fernandes e Susana Nevada;

Ruas“, de Cristiano Maciel, Diogo Rodrigues e Francisco Sousa;

Vítima das Circunstâncias“, de Sofia Summavielle.

Alguns dos trabalhos foram exibidos no “Curtas CC” e no “16º BragaCine”, onde o Instituto de Ciências Sociais da UMinho foi a “Melhor Escola de Cinema” pelo segundo ano consecutivo.

É a oitava vez que as “curtas” realizadas na licenciatura e no mestrado em Ciências da Comunicação da UMinho chegam ao Fantasporto, um dos principais festivais do género a nível mundial. Trabalhos que são acompanhados de perto pelos professores e também realizadores Martin Dale e Pedro Flores.

“Os estudantes estão bem preparados para o futuro e querem agora mostrar o seu potencial neste conceituado festival, onde se promove e premeia jovens talentos vindos de todo o país”, referiu Martin Dale, citado pela UMinho. O professor vai também apresentar o seu filme “O Caminho de Santiago no Alto Minho”, a 28 de fevereiro, às 16h30, sendo uma das 14 obras selecionadas para concorrer ao “Prémio Cinema Português – Melhor Filme”.

No Fantasporto, e na categoria “Melhor Escola de Cinema”, competem 43 filmes de nove academias: as universidades do Minho, Católica do Porto, da Beira Interior, da Madeira e de Trás-os-Montes e Alto Douro, a Escola Técnica de Imagem e Comunicação de Lisboa, a Escola Superior Artística do Porto, a Escola Superior de Media Artes e Design do Politécnico do Porto e o Instituto Português de Fotografia. Com esta categoria o Fantasporto pretende incentivar a melhoria da produção nacional e a acessibilidade dos estudantes de cinema e cineastas ao mundo profissional.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!