FCT atribui 1450 novas bolsas de investigação para Doutoramento com 109 milhões de euros

Concurso da Fundação para a Ciência e a Tecnologia atribui 1450 bolsas de investigação para Doutoramento, num investimento que envolve 109 milhões de euros. 78,5% dos bolseiros são portugueses e os restantes são de 43 nacionalidades.

0
FCT atribui 1450 novas bolsas de investigação para Doutoramento com 109 milhões de euros
FCT atribui 1450 novas bolsas de investigação para Doutoramento com 109 milhões de euros. Foto: © Rosa Pinto

A Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT) anunciou que no seguimento de concurso vai atribuir 1450 Bolsas de Investigação para Doutoramento. O concurso que recebeu 3381 candidaturas verificou uma taxa de aprovação de 49% do total das candidaturas elegíveis para financiamento, com classificação igual ou superior a 3,000 valores.

As bolsas a atribuir implicam um investimento total de 109 milhões de euros depois de um processo de avaliação que envolveu a participação de 403 avaliadores, distribuídos por 36 painéis de avaliação, que analisaram e classificaram as candidaturas e procederam à sua seriação no painel.

A FCT esclarece em comunicado que o número de bolsas a atribuir em cada painel foi fixado por deliberação do seu Conselho Diretivo com a metodologia seguida nos últimos três concursos anuais e tendo em conta a procura registada para cada área bem como as orientações de política científica para Portugal no contexto europeu constantes do Relatório Higher Education, Research and Innovation in Portugal – Perspectives for 2030.

Da análise aos resultados do concurso verifica-se que as mulheres representaram 56,9% dos candidatos que atingiram prioridade de financiamento e os homens 43,1%.

As bolsas a realizar integralmente em Portugal correspondem a 80,7% do total, 16,8% vão realizar-se em parte em Portugal e parte no estrangeiro e 2,5% serão realizadas integralmente no estrangeiro.

Também se verifica que 78,5% os candidatos selecionados têm nacionalidade portuguesa, e os estrangeiros selecionados envolvem 43 nacionalidades, com os brasileiros a ocupar 143 bolsas, os italianos 37 bolsas, os iranianos 24 bolsas, os espanhóis 15 bolsas e os indianos 9 bolsas.

As Bolsas de Investigação para Doutoramento da FCT são bolsas de mérito atribuídas em todas as áreas científicas e destinam-se ao desenvolvimento de planos de trabalho de investigação para a obtenção do grau académico de doutor, através de programas de doutoramento em universidades portuguesas ou estrangeiras. A seleção dos candidatos tem em conta o mérito do candidato, o mérito do plano de trabalhos e o mérito da instituição de acolhimento e orientadores.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!