Festival ORIENTE-SE abre com “Lusíadas?” pelo Teatro Amador de Pombal

Segunda edição do ORIENTE-SE tem inicio hoje, 6 de outubro, com a peça “Lusíadas?” pelo grupo TAP -Teatro Amador de Pombal. O festival decorre até 3 de novembro no Auditório Fernando Pessa, em Lisboa.

0
Festival ORIENTE-SE abre com “Lusíadas?” pelo Teatro Amador de Pombal
Festival ORIENTE-SE abre com “Lusíadas?” pelo Teatro Amador de Pombal. Foto: ‘Lusiadas?’@LuisCatarro

O Festival de Teatro AmadorORIENTE-SE, que decorre no Auditório Fernando Pessa, em Lisboa, a partir de hoje, 6 de outubro e vai até 3 de novembro, abre com a peça “Lusíadas?” pelo grupo TAP –Teatro Amador de Pombal.

O Festival ORIENTE-SE de 2019 acolhe cinco grupos oriundos de várias zonas do País, e tem como a anfitrião o Teatro Contra-Senso. Um grupo de teatro amador, sediado em Marvila, Lisboa, e o ator Marcantonio del Carlo é o Padrinho da segunda edição do festival.

LUSÍADAS?, pelo Teatro Amador de Pombal

Os Lusíadas”, a grandiosa obra épica que relata os feitos heróicos dos portugueses. Vale sempre a pena relembrar as imortais palavras de Luís Vaz de Camões:

“As armas e os barões assinalados,
Que da ocidental praia Lusitana,
Por mares nunca de antes navegados,
Passaram ainda além da Taprobana,
Em perigos e guerras esforçados,
Mais do…”

Hum… se calhar… isto é um pouco aborrecido!…
Luís “Vaz de“ Catarro

Duração: 50 min. Para M/6

Historial do Teatro Amador de Pombal

Fundado em 1976, o Teatro Amador de Pombal (TAP) já realizou mais de 600 espectáculos, a nível nacional e internacional, produziu festivais de teatro e dinamizou acções de formação para grupos de teatro amador. Em 2004, o TAP iniciou uma nova abordagem à sua forma de fazer teatro. A colaboração com encenadores profissionais, tendo como objectivos uma melhor formação teatral dos seus elementos bem como a apresentação de espectáculos com maior qualidade, tem apresentado os seus frutos, como é patente nas produções encenadas por Clóvis Levi, Nuno Pino Custódio, Rui M. Silva e José Carlos Garcia.

Ficha técnica e artística
Adaptação livre de “Os Lusíadas” de Luís Vaz de Camões
Encenação: Luís “Vaz de” Catarro
Assistente de encenação: Joana “Vaz de” Ferreira
Interpretação: Carla “Vaz de” Ribeiro, Daniela “Vaz de” Gaspar, Gabriel “Vaz de” Bonifácio, Humberto “Vaz de” Pinto, Patrícia “Vaz de” Rolo, Patrícia “Vaz de” Valente, Paulo “Vaz de” Rodrigues
Figurinos: Elsa “Vaz de” Silva
Desenho de luz: João “Vaz de” Alegrete
Cenografia: Gabriel “Vaz de” Bonifácio, Gustavo “Vaz de” Medeiros, Joana “Vaz de” Ferreira, Luís “Vaz de” Catarro
Produção: Joana “Vaz de” Mendes
Fotografia: Filipe “Vaz de” Henriques, Joana “Vaz de” Ferreira, Luís “Vaz de” Catarro

ORIENTE-SE – Festival de Teatro Amador

Sábados, de 6 de Outubro a 3 de Novembro

Auditório Fernando Pessa
Rua Ferreira de Castro,1900-697 Lisboa
Metro: Bela Vista
Autocarros: 755, 794
Coordenadas GPS: N 38.7504466 W -9.1202096
Bilhetes: 3€ | Grátis até aos 3 anos
Não é permitida a entrada após o início do espectáculo.
Reservas
E-mail: reservas@contrasenso.com
SMS: 96 245 11 19 – 91 521 80 02

PROGRAMA: ORIENTE-SE – Festival de Teatro Amador

6 de Outubro | 21h30
Lusíadas?
TAP – Teatro Amador de Pombal
Pombal

13 de Outubro | 21h30
A Mansão
TACCO – Teatro Amador do Círculo Católico de Operários
Vila do Conde

20 de Outubro | 21h30
Morrer Devagar
Teatro Vitrine
Fafe

27 de Outubro | 21h30
A Repartição
Teatro Coelima
Guimarães

3 de Novembro | 21h30
OPUS
Ajidanha
Idanha-a-Nova

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!