Festival “Pint of Science” com 12 cientistas portugueses no estrangeiro

Doze cientistas portugueses vão apresentar projetos de investigação no festival anual "Pint of Science Portugal". O Festival é este ano em online e tem o objetivo de promover o conhecimento e a discussão científica de forma clara para todos.

0
Festival “Pint of Science” com 12 cientistas portugueses no estrangeiro
Festival “Pint of Science” com 12 cientistas portugueses no estrangeiro. Foto: DR

O festival anual “Pint of Science Portugal” decorre de 7 a 9 de setembro, sendo pela primeira vez online e com cientistas portugueses a trabalhar no estrangeiro. A iniciativa coorganizada por membros da Universidade do Minho (UMinho) conta com a participação de 12 cientistas que vão apresentar os seus projetos de investigação.

Os temas dos projetos abordam, por exemplo, as cores do sol, a importância das cavernas no futuro da humanidade, a falta de comunicação das células da pele ou novas estratégias de transporte de fármacos.

Os cientistas participantes são: Sérgio Batista, nos Emirados Árabes Unidos; João Silva, na Suécia; Catarina Martins Costa, na Áustria; Bruno Godinho, nos EUA; João Pedro Martins, na Finlândia; Sara Cordeiro, na Irlanda do Norte; Ana Sofia Reboleira, na Dinamarca; Maria João Pereira, no Brasil; Ana Rita Pinho, na Inglaterra; Lia Domingues, na França e Bruno Martins na Noruega.

O objetivo da iniciativa é promover o conhecimento e a discussão científica de forma clara para todos, a partir de conversas informais em bares. Na UMinho, tem o apoio das Escolas de Ciências, de Engenharia e de Medicina, do Centro de Biologia Molecular e Ambiental, do Instituto de Investigação em Ciências da Vida e da Saúde e do Grupo 3B’s. No país, conta igualmente com o apoio de membros do Instituto Gulbenkian de Ciência, da Universidade do Porto e do Laboratório Ibérico Internacional de Nanotecnologia, entre outros.

“Pint of Science” é uma associação sem fins lucrativos, cujo conceito nasceu em 2012 por dois neurocientistas do Imperial College (Reino Unido). O festival estreou-se em Portugal em 2018 e, no ano passado, teve sessões em Aveiro, Braga, Bragança, Lisboa e Porto, num total de 114 oradores e 19 bares. Em 2020, face à pandemia, o evento é em formato online, envolvendo 14 países, como Alemanha, Argentina, EUA, Quénia, Rússia e Tailândia.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!