Força Aérea faz resgate médico a 137 quilómetros da Madeira

Helicóptero da Força Aérea faz resgate médico de cidadão alemão do navio de passageiros AIDABLU, a 137 quilómetros a sul da Ilha da Madeira. O doente foi transportado para hospital do Funchal.

0
Subcentro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo do Funchal
Subcentro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo do Funchal. Foto: Marinha

A Marinha indica que “através do Subcentro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo do Funchal (MRSC Funchal), em articulação com a Força Aérea Portuguesa (FAP) e com o Serviço Regional de Proteção Civil, coordenou, hoje, dia 11 de janeiro, uma operação de resgate médico de um passageiro de 50 anos de idade de nacionalidade alemã, que se encontrava a bordo do navio de passageiros ‘AIDABLU’ de bandeira italiana, a navegar a cerca de 74 milhas náuticas, ou seja, a 137 quilómetros, a sul da Ilha da Madeira.”

​De acordo com comunicado da Marinha “o alerta foi recebido no MRSC Funchal cerca das 12h25”. O Subcentro de coordenação “desencadeou os procedimentos” para o “resgate médico junto do INEM – Centro de Orientação de Doentes Urgentes no Mar (CODU-Mar)”, e em “face do quadro clínico” foi decidida a evacuação por via aérea.

Para o resgate “foi acionado o helicóptero EH-101 do Destacamento Aéreo da Madeira da Força Aérea de Porto Santo”. O helicóptero desembarcou o tripulante “no aeroporto da Madeira pelas 15h12, onde era aguardado por uma ambulância dos Bombeiros Municipais de Santa Cruz”, ativada pelo Serviço Regional de Proteção Civil através do Subcentro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo do Funchal.

O cidadão alemão, doente, foi “transportado para o Hospital Dr. Nélio Mendonça no Funchal”, tendo o “Comando Local da Polícia Marítima do Funchal tomado conta da ocorrência.”

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!