Fraunhofer cria centros de investigação em Agricultura de Precisão, em Portugal

Fraunhofer expande presença em Portugal e cria dois polos de investigação, na área da Agricultura de Precisão, na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, e na Universidade de Évora.

0
Trabalho de Laboratório de investigação
Trabalho de Laboratório de investigação. Foto: DR

Depois de 10 anos da assinatura do primeiro entendimento para a criação de um centro de investigação Fraunhofer em Portugal, é assinado um acordo para a expansão da a sociedade alemã Fraunhofer-Gesellschaft em Portugal.

O novo acordo a ser assinado a 15 de fevereiro, entre a maior organização europeia dedicada à investigação aplicada, a alemã Fraunhofer-Gesellschaft, e a Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT), vai renovar o atual programa de investigação aplicada em Portugal e permitir a criação de novos polos de investigação na área da Agricultura de Precisão na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro e na Universidade de Évora.

O acordo estabelecido entre a organização alemã e a FCT em 2007 levou à criação da Fraunhofer Portugal e, simultaneamente, à criação do primeiro Centro de I&D Fraunhofer em Portugal: o Fraunhofer Portugal Research Center for Assistive Information and Communication Solutions ou Fraunhofer Portugal AICOS, e que é uma parceria com a Universidade do Porto. Neste caso, ao primeiro centro Fraunhofer na Europa fora da Alemanha.

O Fraunhofer Portugal AICOS é atualmente um centro de I&D de referência em Portugal que desenvolve soluções inovadoras de base tecnológica, na área das Tecnologias de Informação e Comunicação. Soluções que têm um impacto significativo nas populações mais idosas e de zonas rurais e em desenvolvimento.

Agora, a Fraunhofer Portugal pretende expandir a investigação, tendo por base o modelo existente que comprovou ser de sucesso, e que tem permitido desenvolver investigação aplicada com utilidade direta para empresas privadas e públicas, e para a sociedade como um todo.

No setor agroindustrial as novas tecnologias têm permitido aumentar a produtividade, e a utilização mais eficiente dos recursos para uma maior competitividade. A Fraunhofer pretende explorar a sinergia entre a agricultura e a tecnologia para dar resposta a este novo paradigma, e garantir que Portugal permanece na vanguarda da revolução tecnológica neste setor.

A Fraunhofer Portugal lembrou que a nível Europeu e global está a decorrer uma transformação do setor agroindustrial, e Portugal não pode deixar de estar na frende dessa transformação.

O Fraunhofer Portugal AICOS tem vindo a atua em duas grandes áreas, o “Ambient Assisted Living” (AAL) e Tecnologias de Informação e Comunicação para o Desenvolvimento (ICT4D), desenvolvendo investigação direcionada para os idosos e para as populações de países em desenvolvimento.

O centro em Portugal tem competências científicas em três áreas especificas: Interação Pessoa-Computador, Processamento de Informação e Computação Autónoma.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!