GNR e PSP fazem 14 detenções por desobediência devido à COVID-19

As autoridades policiais, no âmbito da Situação de Contingência, procederam entre 15 a 30 de setembro, a 347 autos de contraordenação, ao encerramento de 22 estabelecimentos e 14 detenções por desobediência às Forças de Segurança.

0
GNR e PSP fazem 14 detenções por desobediência devido à COVID-19
GNR e PSP fazem 14 detenções por desobediência devido à COVID-19. Foto: © Rosa Pinto

A Guarda Nacional Republicana e a Polícia de Segurança Pública procederam, entre os dias 15 e 30 de setembro, no âmbito da Situação de Contingência, ao levantamento de um total de 347 autos de contraordenação em Portugal continental, por incumprimento das regras definidas pelo Governo, a 11 de setembro.

O Ministério da Administração Interna (MAI) indicou, em comunicado, que as infrações mais frequentes foram:

  • O incumprimento das regras de consumo de bebidas alcoólicas na via pública, que levou a 150 autos;
  • O incumprimento do uso de máscara nos estabelecimentos, salas de espetáculos ou edifícios públicos, com 61 autos;
  • Incumprimento das regras relativas à realização de celebrações e de outros eventos que impliquem uma aglomeração de mais de 10 pessoas, com 38 autos;
  • O incumprimento das regras de ocupação, permanência e distanciamento físico nos locais abertos ao público, com 25 autos;
  • O incumprimento do uso de máscara nos transportes públicos, com 17 autos.

No mesmo período, foram encerrados 22 estabelecimentos e suspensa a atividade de 1 outro estabelecimento, pelo incumprimento das regras de funcionamento, nomeadamente ao nível do horário de funcionamento ou das regras de ocupação, permanência e distanciamento físico.

O MAI indicou que foram ainda efetuadas 14 detenções por desobediência às ordens emanadas pelas Forças de Segurança.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!