Goethe-Institut Lisboa reúne Pacheco Pereira, Mathias Greffrath e Detlef Gürtler

Pacheco Pereira, Mathias Greffrath e Detlef Gürtler debatem no Goethe-Institut Lisboa, a 26 de setembro, às 19h00, a atualidade de Karl Marx na era digital. Perspetivar o futuro da Europa numa evolutiva revolução digital de contornos capitalista global.

0
Goethe-Institut Lisboa reúne Pacheco Pereira, Mathias Greffrath e Detlef Gürtler
Goethe-Institut Lisboa reúne Pacheco Pereira, Mathias Greffrath e Detlef Gürtler. Foto: DR

José Pacheco Pereira é um dos oradores convidados do ciclo “Quo Vadis, Europa?”. No Goethe-Institut Lisboa, e ao longo de quatro edições, o ciclo tem vindo a debruçar-se sobre os desenvolvimentos sociais, políticos e económicos no espaço europeu, sobre diferentes pontos de vista.

No dia 26 de setembro, pelas 19h00, o historiador, cronista e comentador político português junta-se ao sociólogo e escritor alemão Mathias Greffrath, autor da recém-publicada antologia “RE: O Capital: Economia Política no Século XXI”, e ao autor e futurologista alemão Detlef Gürtler, num novo debate no Goethe-Institut.

No ano em que se celebra o bicentenário do nascimento de Karl Marx, e 150 anos após a publicação de “O Capital”, é importante perceber as transformações que as tecnologias digitais operam em sociedades e economias tão distintas como são os casos de Portugal e Alemanha, e pensar em conjunto as eventuais consequências para o futuro da Europa daquela que é considerada a quarta revolução industrial.

Para Mathias Greffrath, a concentração do poder económico e financeiro, o gradual desaparecimento das profissões tradicionais e a ameaça do desemprego crónico são apenas algumas das tendências desta quarta revolução.

O escritor alemão considera que os vários escritos de Karl Marx podem fornecer ideias e ferramentas teóricas sobre como enfrentar as mudanças sem abandonar as conquistas sociais da modernidade europeia.

Mas podem as obras da época explicar o capitalismo digital atual? Um capitalismo em que as tecnologias digitais transformam profundamente o trabalho e a produção, e em que as “cinco grandes” empresas de Silicon Valley dominam cada vez mais o mercado global?

Questões importantes a serem abordadas pelos três pensadores num debate com a moderação a cargo de Sandra Monteiro, editora-chefe da edição portuguesa do jornal “Le Monde Diplomatique.”

A iniciativa do Goethe-Institut Lisboa é de entrada livre e tem tradução simultânea alemão-português.

Bibliografias dos intervenientes no debate

José Pacheco Pereira é historiador, cronista e comentador político. Participou na luta contra a ditadura antes do 25 de Abril. Foi deputado na Assembleia da República e no Parlamento Europeu, e dirigente do PSD. É autor de mais de uma dezena de livros sobre história e política, dos quais se destaca a biografia de Álvaro Cunhal. Colabora regularmente na imprensa escrita, na rádio e na televisão. Publica colunas semanais no jornal “Público” e na revista “Sábado” e profere regularmente conferências sobre temas relacionados com História, Política, Preservação do Património e da Memória.

Mathias Greffrath estudou sociologia e psicologia. Foi jornalista na rádio e nos jornais “Die Zeit” e “Die Wochenpost”. Trabalha há duas décadas como autor freelancer de artigos e de peças de rádio. Nos últimos anos, para além de lidar com as questões económicas, debruçou-se sobre a história do Iluminismo, o futuro do trabalho e a imagem humana na investigação sobre o cérebro. Em 2017 publicou a antologia “RE: O Capital: Economia Política no Século XXI“.

Detlef Gürtler é investigador sobre futurologia no Instituto Gottlieb-Duttweiler na Suíça e jornalista da área da economia. Escreveu para diversas publicações, entre as quais os jornais “taz”, “Die Welt”, “Der Freitag” e “Handelsblatt”. Entre outras, publicou as obras “Die Dagoberts. Uma História Universal da Riqueza”, “O Tagesschau [notícias diárias] explica a Economia” e “Clusterfuck. Por que é que as catástrofes nos perseguem e nunca vêm sozinhas”.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!