Herlings e Prado vencem qualificação no MXGP Portugal 2018

Grandes estrelas do mundial MXGP regressaram hoje aos 1.700 metros do traçado do Crossódromo Internacional de Águeda para disputar a quinta etapa do campeonato do mundo de 2018, onde Jeffrey Herlings já se colocou em primeiro.

0
Herlings e Prado vencem qualificação no MXGP Portugal 2018
Herlings e Prado vencem qualificação no MXGP Portugal 2018. Foto: DR

No Crossódromo Internacional de Águeda para além do público também o sol acolheu os pilotos no MXGP Portugal 2018. O público assumiu particular número ao meio da tarde quando se realizaram as corridas de qualificação das classes MXGP e MX2, bem como a primeira corrida das senhoras, ganha pela neo-zelandesa Courtney Duncan na frente de Nancy van de Ven e Larissa Papenmeier, a alemã que subiu ao degrau mais alto do pódio na passada semana em Itália, país que acolheu a primeira ronda do mundial feminino. Entre as cinco representantes lusas foi Joana Gonçalves a melhor, ao terminar na 22ª posição.

Na categoria maior foi Antonio Cairoli quem liderou nas primeiras sete voltas mas na oitava passagem pela linha de meta era Jeffrey Herlings o comandante, que levou a primeira posição até à bandeira de xadrêz batendo Cairoli e Romain Febvre, o terceiro desde o arranque até ao final.

“Esta foi a melhor pista do ano até ao momento. Demorei algum tempo a perceber qual a melhor opção de linhas pela multiplicidade das mesmas, mas quando encaixei a pista imprimi o meu ritmo e consegui vencer”, referiu Jeffrey Herlings, e acrescentou: “Depois da chuva a organização fez um excelente trabalho para que o traçado estivesse nas melhores condições.”

Também Rui Gonçalves partilhou da mesma opinião de Jeffrey Herlings quanto à pista “…não tinha lama. Estava dura mas sem lama, muito bem preparada”, referiu o piloto português.

Rui Gonçalves está pela primeira vez em pista este ano e depois de seis meses sem competir terminou a qualificação na 20ª posição “…um resultado muito bem pois se já é difícil quando fazemos todas as corridas, desta forma ainda mais complicado o é.” reforçou o piloto de Vidago que quer celebrar com o público português a sua bem-sucedida carreira na modalidade. Juntamente com o popular RG999 esteve igualmente em pista Paulo Alberto, que terminou na 22ª posição.

Em MX2 foi o espanhol Jorge Prado quem liderou desde o arranque até ao final, com Calvin Vlaanderen a secundar o piloto de Lugo mas pressionado por Pauls Jonass que subiu a segundo nas segunda e terceira passagens pela meta, posição que o sul-africano recuperou depois para perder mais tarde novamente, agora para o dinamarquês Thomas Kjer Olssen que levou o segundo lugar até ao final mas com Jad Beaton a ser o terceiro para onde subiu em definitivo à sétima volta.

O dia fechou com a realização da primeira corrida do EMX250, ganha pelo francês Mathys Boisrame na frente de Mikkel Haarup e Karej Kutsar. Amanhã, dia 15 de abril, será longa a jornada de corridas, com seis no programa, pois aos dois duelos nas classes MX2 e MXGP juntar-se-á igualmente a luta pela vitória nas segundas mangas MX2 e WMX.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!