Hora do Código incentiva mulheres portuguesas a gostar de programação

Women in Technology e IAMCP Portugal aderem à Hora do Código e no dia 4 de dezembro, em três cidades portuguesas, há sessões gratuitas, de código com o objetivo de atrair mulheres para a área da programação informática.

0
Hora do Código incentiva mulheres portuguesas a gostar de programação
Hora do Código incentiva mulheres portuguesas a gostar de programação. Foto: Rosa Pinto

A Hora do Código ou Hour of Code decorre no próximo dia 4 de dezembro, entre as 12h30 e as 14h00, numa ação simultânea, no ISEG – Lisbon School of Economics & Management, Lisboa, Universidade Portucalense, Porto, e Bizdirect Competence Center, em Viseu.

A Hour of Code é uma organização mundial, que está em mais de 180 países, e tem como objetivo promover o gosto pelo código bem como desmistificar a dificuldade da programação, em particular incentivando as mulheres, e convidando-as a juntarem à iniciativa da WIT Portugal. A Hora do Código tem igualmente o intuito de demonstrar que qualquer pessoa pode programar.

A International Association of Microsoft Channel Partners – Portugal (IAMCP Portugal) e a Women in Technology (WIT), que é a maior comunidade e rede mundial de parceiros da Microsoft dedicada às Mulheres na Tecnologia, aderiram à iniciativa Hour of Code, e têm nesta adesão o patrocínio da Arquiconsult, da BizDirect, de Helena Barbosa Consultoria, da ISEG e da Universidade Portucalense.

Um dos desafios fundamentais da WIT é a criação de uma rede sólida e crescente de profissionais que possam ser inspiradoras para captar mais mulheres para a programação informática, promovendo iniciativas próprias e regulares de networking, e participando em fóruns que possam contribuir para a concretização do objetivo vital da promoção da participação ativa das mulheres no ecossistema Microsoft.

A WIT é comunidade que não está fechada aos homens, “já que todos podem e devem ser membros empreendedores da WIT”, tanto mais que a WIT “tem como principal missão, a promoção da ajuda mútua” como veículo para que cada um possa atingir “objetivos pessoais e profissionais”. Ao captar um maior número de mulheres para a área das Tecnologias de Informação, está a contribuir “para a diversidade e equidade do género, idade e formação dos profissionais de TI em Portugal.”

A WIT- IAMCP Portugal, constituída em 2017, é uma iniciativa que pretende atrair mulheres para o setor das Tecnologias de Informação (TI) e “apoiá-las na sua ascensão a cargos de liderança nas empresas de TI, eliminando barreiras e tabus que ainda persistem nesta realidade profissional.”

Esta comunidade conta com o apoio direto da Microsoft e da sua filial em Portugal, a IAMCP, associação de parceiros da rede Microsoft, da qual a WIT é uma das parceiras mais importantes e dinâmicas. Para as empresas e no atual momento, “torna-se cada vez mais pertinente pensar o papel das mulheres neste setor (TI) e potenciar oportunidades de networking, formação e empowerment no feminino.”

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!