Hotel MOOV Oriente em Lisboa vai ser construído pela GABRIEL COUTO

Construtora GABRIEL COUTO vai construir mais um hotel do Grupo hoteleiro ENDUTEX HOTÉIS. O futuro Hotel MOOV Oriente, com um investimento global de 10 milhões de euros, vai ser contruído no Parque das Nações, em Lisboa, com 180 quartos.

0
Hotel MOOV Oriente, em Lisboa, vai ser construído pela GABRIEL COUTO
Hotel MOOV Oriente, em Lisboa, vai ser construído pela GABRIEL COUTO

O Grupo hoteleiro ENDUTEX HOTÉIS seleciona a construtora GABRIEL COUTO para a realização de novo projeto em Lisboa. O futuro Hotel MOOV Oriente vai ser contruído no Parque das Nações, em Lisboa, e será o maior Hotel do Grupo em Portugal.

Apostada cada vez mais na construção e reabilitação de empreendimentos para o sector hoteleiro e imobiliário, a construtora GABRIEL COUTO foi a empresa selecionada pelo grupo hoteleiro ENDUTEX HOTÉIS para construção do seu mais recente Projeto em Lisboa, o futuro Hotel MOOV ORIENTE, o qual será o maior Hotel do Grupo em Portugal.

A construtora GABRIEL COUTO está cada vez mais apostada na construção e reabilitação de empreendimentos para o sector hoteleiro e imobiliário. Neste novo projeto, que representa uma obra global de 10 milhões de euros, há o compromisso de vir a ser inaugurada previsivelmente em 2022.

O grupo hoteleiro ENDUTEX HOTÉIS, depois de ter construído duas unidades hoteleiras no Porto e uma em Évora, aposta agora na região da Grande Lisboa, com a inauguração recentemente do Hotel MOOV Oeiras, construído pela empresa GABRIEL COUTO, e com o início da construção do Hotel MOOV Oriente.

O Hotel MOOV Oeiras, inaugurado no final do ano passado, localizado numa área comercial e empresarial da Área Metropolitana de Lisboa, entre o Lagoas Park e o Taguspark, possui um total de 115 quartos, divididos por oito pisos. Trata-se de um hotel essencialmente vocacionado para o turismo de negócios e empresarial.

O futuro Hotel MOOV Oriente com 180 quartos pretende ser uma solução de alojamento prática, cómoda e económica para quem viaja em trabalho, mas também em lazer.

Para André Ferreira, Administrador do grupo hoteleiro ENDUTEX HOTÉIS, trata-se de uma aposta estratégica, “já que nesta zona, conhecida pelo grande movimento de passageiros que chegam do aeroporto, mas também da estação ferroviária e rodoviária, a procura ainda é maior que a oferta. Por outro lado, sentimos que há poucas soluções a preço justo, pelo que queremos preencher essa lacuna”.

O projeto do futuro Hotel MOOV ORIENTE têm a responsabilidade arquitetónica do Atelier “FA – Ferreira de Almeida Arquitetos”, e a Fiscalização da empreitada estará a cargo da “ENESCOORD – Coordenação e Gestão de Projetos e Obras”.

O Grupo ENDUTEX, produtor mundial de têxteis técnicos, que segue a sua estratégia de crescimento e investimento reconhece o momento de grandes desafios para o setor hoteleiro e imobiliário, apesar da pandemia.

O responsável do grupo hoteleiro adianta que o Grupo tem em carteira vários projetos para o segmento de turismo empresarial, não apenas com a abertura de novos hotéis, mas sobretudo na introdução de novos conceitos de alojamento, que indicou irão ser anunciados em breve. “Os nossos clientes estão diferentes, pelo que é muito importante repensar estratégias, melhorar conceitos e preparar o futuro da hospitalidade”.

Para Daniel Costa, Diretor Comercial da GABRIEL COUTO, “a adjudicação deste novo Projeto à nossa empresa é um sinal inequívoco da Confiança por parte do Grupo ENDUTEX na capacidade, experiência e qualidade do trabalho desenvolvido pela GABRIEL COUTO nos seus Projetos, desde a fase comercial e de orçamentação, até à conclusão das respetivas empreitadas. O sucesso dos nossos Clientes é o nosso sucesso.”

Para a GABRIEL COUTO, que lhe são reconhecidos méritos no setor da construção, tanto a nível nacional como internacional, esta nova obra vem no seguimento de uma aposta muito forte feita pelo grupo no sector privado nestes últimos anos.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!